O Baixio preocupado.——–desapropriação em Crato

O Distrito do Baixio
Nesta justa ocasião
vive um momento sombrio
não é exagero não
tem gente pisando em brasa
e o motivo e a causa
é a tal transposição.
Topografos, engenheiros
pesquisadores peões,
chegam aqui sorrateiros
sem nos darem explicações
botam Marcos, fazem entradas
e saem sem dizer nada
como se fossem chefões.
invadem propriedades
derrubando plantas e mato
também fazem medições
pra sair tudo exato
não desviam construções
causando apreensão
num novo simples pacato
Seminformarem ao povo
sobre esta decisão
sempre aparecem de novo
fazendo observação
desculpas, se errei peço
se pra eles, isso é progresso
pra nós é destruição.
São muitos, só com a casa
só o lugar pra morar
chegam as maquinas e arrrasam
ficando só o lugar
com a tal transposição
tira o pobre do seu chão
ele vai morar no ar?
Vai se grande o prejuizo
pra toda a população
avaliar é preciso
pra saber quem tem razão
vamos lutar, sem preguiça
para que haja justiça
e não fiquemos na mão.
São tantos que se esforçaram
para um dia construir
agora que terminaram
vem o projeto surgir
sem saberem quase nada
se sentem de mão atadas
sem terem pra onde ir.
Diretamente ou não
muitos são prejudicados
com esta transposição
serão desapropriados
e como csomos pequenos
aquele que tem terreno
sera desvalorizado.
Além das nossas moradas
quem muitos teme perder
 familias são isoladas
 pois a gente assim prevê
tudo nem a consciencia
sem falar da viol~encia
que pode acontecer.
Falamos em violência
é bem provavel, pois não
nós ouvimos com frequência
no rádio televisão
que muitos trabalhadores
são bobos exploradores
embusca de diversão.
Todas as nossas familias
vem de um modo igual
e triste que a quadrilha
 aplique um golpe fatal
para que a paz permaneça
 é bom que não aconteça
violência sexual.
Pois estamos informados
e divulgar é missão
que alguns que tem trabalho
 nesta grande construção
usam drogas com frequencia
se aproveitam da inocencia
 de indefesos cristãos.
è preciso que esclareça
sem pressa, mais devagar
antes que o mal aconteça
sem que se possa evitar
não nos tirem desta trilha
para que nossas familias
possam ir bem e voltar.
Com máquinas trabalhando
é grande a poluição
a poeira se espalhando
muitas doenças virão
sem contar-mos com ajuda
vai ser um Deus nos acuda
para toda a populaçao.
Fora a  póluição
que foi citada agora
outra preocupação
é bem lembrada nesta hora
o barulho do motor
 é grave e devastador
a poluição sonora.
Com este projeto
que pretendem começar
ninguém sabe ao certo
e nem pode informar
mais afirmo com clareza
que muitos aqui com certeza
não vão ter onde morar.
Com a chegada do canal
tudo vai ser transformado
causando um grande mal
a um povo acostumado
ao cultivo da lavoura
 nestas areas produtoras
que dava bons resultados.
Sem morada e sem espaço
para poder produzir
vai ser grande fracasso
temos que admitir
sem paz e privacidade
como vai ser isto aqui?
População divina
uns pra lá outros pra cá
dizem não haver saida
 é mesmo pra separar
como as muralhas da china
que só causram ruinas
aos habitantes de lá.
Com toda esta extravagancia
que este projeto faz
sem dá a minima importancia
 sem v~e que somos iguais
ignorando os problemas
que causam ao nosso sistema
as floresta e animais.
Impacto ambientais
é cero acontecerã
os recursos naturais
 existem em nosso chão
nestas nossas cercanias
sitios de arqueologia
e paleontologia, danos também sofrerão.
Estas riquezas citadas
que precisam de estudo
 não dá pra ficar mudos
lutar  por nossos direitos
por justiça e por respeito
contra este absurdo.
Que venham os responsáveis
para dá explicação~es
numa discução saudavel
ouvindo as opiniões
neste momento precioso
pra não causar prejuizo
a nossa população.
Que politicos e engenheiros
 queiram se manifestar
com um discurso verdadeiro
em que posssa acreditar
 sem atalho e sem rodeios
 pois naquilo que é alheio
sem ordem não pode pegar.
Além do grande impacto
que traz esta construção
devorando a terra e o mato
causando poluição
deixa o povo num dilema
e não resove problema
existente no Sertão.
Sabemos que o canal
 que por aqui vai passar
 nem água pra um animal
 você vai poder tirar
 não é como se previa
 se é pra outra serventia
é bom mesmo nem pensar.
O custo deste projeto
é de um valor elevado
tirado dos cofres publicos
sem ser bem analisado
pode até não da certo
levar agua pra o deserto
sem o povo ser consultado.
Existe outro motivo
para preocupação
é que em nosso distrito
gerou grande produção
tem boas propriedades
e está entre as três cidades
maiores da região.
Sabendo que é provavel
que após a construção
a equipe responsavel
 despertando a ambição
possa se interessar
 e quere se infiltra
aqui em nossa rincão.
Que todas as autoridades
e o povo caririense
sintam  a grande verdade
que a gente unida vence
com  fé em Deus salvador
defendamos com ardor
aquilo que nos pertence.

Autor:raimundo Oliveira (Didi) Agricultor e Morador do Distrito Baixio das PAlmeiras

Deixe uma resposta