Dia das Crianças distribuirá plantas e livros no Crato

Enquanto no Dia das Crianças, o comércio fatura com vendas de brinquedos e a indústria do consumismo infantil aumenta, no Crato, o Coletivo Camaradas realiza há 11 anos, uma experiência pedagógica, na comunidade do Gesso, que visa incentivar a trocar de afetos, saberes e fazeres e desconstruir a ideia que o Dia das Crianças é uma data para comprar presentes.

Esse ano a organização, irá distribuir mudas de plantas medicinais e frutíferas, além de desenvolver outras atividades ligadas a questão ambiental em parceria com a SAAEC, ONG Verde Vida, Museu e Escola de Arte Raimunda de Canena, ONG Nova Vida, Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial de Crato, Projeto Cariri Verde e o projeto de extensão da URCA: Educação Ambiental na Comunidade do Gesso.  Dentre as atividades previstas estão a produção de bombas ecológicas, produção de mudas e plantio de plantas frutíferas.

A comunidade do Gesso atualmente é uma das áreas urbanas com o maior número e diversidades de plantas frutíferas da cidade, o que caracteriza como um sítio urbano de uso coletivo. Para os integrantes do  Coletivo Camaradas, essa é uma forma de articular organização popular, promoção à saúde , cuidado com o lugar e urbanização social.

Também serão distribuídos livros infantis, como parte da luta desenvolvida pelo Coletivo Camaradas, na comunidade, de democratização da leituras e das literaturas.

O Coletivo Camaradas está recebendo doações de mudas de plantas frutíferas e medicinais, livros infantis.

As atividades ambientais acontecerão pela manhã, a partir das 8h00 e pela tarde, às 14h, terá início as atividades de brincadeiras, jogos e preparação do cortejo de fantasias improvisadas e no início da noite acontecerão as apresentações artísticas.

Comunidade se prepara para Dia das Crianças de forma diferente

Urbanização social, auto-organização, cuidados com o meio ambiente, democratização da leitura e incentivo a criatividade deverá marcar 11ª edição do Dia das Crianças no Gesso, desenvolvido pelo Coletivo Camaradas, na cidade do Crato.

O evento acontecerá no dia 12 de outubro e deverá envolver a participação dos moradores e de organizações que atuam no Território Criativo do Gesso, além de professores e estudantes de universidades particulares e públicas da região do Cariri.

A ação não distribui brinquedos, conforme os organizadores, a intenção é descontruir a ideia de consumismo relacionada a data. Para o pedagogo Alexandre Lucas, o brincar, a disponibilização de tempo, o cuidado com o lugar e a criatividade são importantes ferramentas para trocas de afetos, saberes e fazeres. Ele destaca que há onze anos o evento tem essa proposta pedagógica.

A própria comunidade é incentivada comprar e distribuir guloseimas e lanches para as crianças, os integrantes do Coletivo Camaradas afirmam que isso é uma forma de promover a auto-organização da comunidade e de possibilitar que os moradores se vejam capazes e se percebam como construtores da realidade do seu lugar.

Esse ano, a intenção é fazer uma grande arrecadação de livros e plantas frutíferas e medicinais para distribuição na comunidade, o que dialoga com o trabalho que já vem sendo feito de democratização da leitura e de urbanização social.
Brincadeiras, oficinas, cortejo, fantasias improvisadas, contação de histórias, pinturas e desenhos também farão parte da programação do Dia das Crianças
O cortejo com fantasias improvisadas já é tradicional durante o Dia das Crianças no Gesso, crianças e adultos criam suas próprias fantasias com o que tem em casa e saem pelas ruas para brincar.

Os interessados em participar como voluntários devem entrar em contato com os integrantes do Coletivo Camaradas. Informações: (88) 996792889.

Cortejo das Flores abrirá Mostra Nacional de Contadores no Crato

O tradicional Cortejo das Flores abrirá oficialmente a 4ª edição da Mostra Nacional de Contadores de Histórias que acontecerá no período de 12 a 15 de setembro nas cidades de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Caririaçu e Brejo Santo.

O ponto de concentração do Cortejo das Flores será no Terreiro do Coletivo Camaradas, na Comunidade do Gesso, no Crato, a partir das 16h00, na quinta-feira, 12. Durante o percurso serão distribuídas flores de papel confeccionadas pelos narradores, voluntários e ativistas. Os participantes são incentivados também a produzir as suas flores e levar para o cortejo.

Durante todos os finais de tarde até a noite estarão acontecendo contações de histórias no Terreiro do Coletivo Camaradas, com contadores de diversos lugares do país que estão vindo de forma colaborativa. A programação encerra no domingo. Além das apresentações terá também Feira de Sustentabilidade com vendas de comidas, brechó, sebo e artesanato. A distribuição gratuita de 100 livros infantis.

Mostra Nacional dos Contadores de Histórias acontecerá em setembro no Cariri

Elisabete Pacheco, integrante do Coletivo Camaradas e idealizadora da Mostra

A IV edição da Mostra Nacional de Contadores de Histórias acontecerá no período de 12 a 15 de setembro, no Território Criativo do Gesso, no Crato, além das cidades de Juazeiro,Barbalha, Caririaçu e Brejo Santo. O evento visa potencializar os saberes e fazeres dos contadores de histórias da região do Cariri, proporcionar o intercâmbio e a formação de plateia.

A Mostra acontece de forma colaborativa e contará com a parceria dos contadores da região, ONGs, coletivos, escolas, poder público e da Pró-reitoria de Extensão (PROEX), da Universidade Regional do Cariri – URCA.

A Mostra é uma realização conjunta do Coletivo Camaradas, Balaio de Histórias e Coletivo de Narradores do Cariri, Escola de Narradores e Rede de Narradores do Ceará.

A programação consistirá de oficinas, feira, apresentações e do tradicional cortejo das flores, onde são distribuídas flores artesanais durante o percurso.

Para a contadora Elisabete Pacheco, integrante do Coletivo Camaradas e idealizadora da Mostra, esse é um momento de fortalecer a oralidade, identidade cultural e de ampliar o imaginário e o repertório das narrativas tradicionais e contemporâneas, a partir do universo infantil. Ela destaca que a Mostra proporciona também a aproximação e articulação dos contadores e acrescenta que isso é essencial, principalmente neste momento, em que a política pública para a cultura sofre um desmonte nacional.

Brincadeiras ocuparão Território no Crato

Durante o período de 22 a 25 de agosto, no Território Criativo do Gesso, no Crato, acontecerá a II Mostra do Brincar. Brincadeiras, jogos, oficinas, intervenções urbanas, feira, apresentações artísticas e cortejo com os grupos da tradição popular fazem parte da programação que acontecerá no Colégio Municipal Pedro Felício, ETI 18 de Maio, Escola Estado da Bahia, Escola Dom Quintino, Escola Profissionalizante Violeta Arraes,  ONG Projeto Nova Vida, SOAFAMC, Museu e Escola de Arte Raimunda de Canena, Quadra do Gesso e no Terreiro do Coletivo Camaradas.

Cerca de 50  estudantes da Universidade Regional do Cariri – URCA, através da Pró-reitoria de Extensão – PROEX  estarão atuando na Mostra como mediadores de oficinas, ações lúdicas e de intervenções urbanas,  além de conhecerem a experiência exitosa que vem sendo desenvolvida no Território Criativo do Gesso que abrange os bairros Centro, São Miguel, Santa Luzia e Pinto Madeira, onde está situada a comunidade do Gesso.

A Mostra idealizada pelo Coletivo Camaradas visa promover a integração comunitária através da ludicidade e da ocupação criativa do espaço urbano. A brincadeira segundo os organizadores do evento, é indispensável para o desenvolvimento intelectual, social, emocional e motor das crianças.

Outro aspecto importante esse ano,  é o cuidado com o Meio Ambiente, será feito   o plantio de mudas frutíferas, oficinas, ações educativas e a distribuição de mudas de plantas, através de parcerias com a Aquasis, SAAEC, Geopark Araripe, Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial.

A Mostra é realizada de forma colaborativa e conta com a parcerias da UFCA, URCA, secretarias municipais  de Educação, Trabalho e Desenvolvimento Social, Cultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, CRAS Vila Alta, Coletivo Trapiche, Coletivo Casa Tempo, SCAN, Marcatu Raizes, SESC, SPAC, Balaio de Histórias, Associação Mensageiras da Paz, ONG Nova Vida, Soafamc e rede ColetivoS.

 

Carlos Antonio coordenará Poste Poesia no Brasil

O poeta Carlos Antonio, acadêmico do curso de História, da Universidade Regional do Cariri – URCA coordenará a ação do Poste Poesia desenvolvida pelo Coletivo Camaradas. A ação tem caráter nacional e visa democratizar a poesia, a partir de intervenções urbanas e virtuais.

A ação é desenvolvida desde 2015 e já foi realizada em mais de 30 cidades brasileiras. O Poste Poesia mobiliza grupos que desejam colocar a poesia na rua, nos poste de iluminação pública e depois os registros fotográficos são disponibilizados virtualmente.

Integrante do Coletivo Camaradas desde de 2017, Carlos acredita na potência deste trabalho para construir uma cultura leitora e possibilitar que poetas anônimos ganhem visibilidade.  Para o poeta, a escola não foi um lugar que proporcionou o seu interesse pela poesia. Ele frisa que foi um lugar para desestimular e destaca que foi a partir do seu contato com a poeta Natalia Pinheiro que surgiu o seu  encanto pelo  jogo das palavras.

A historiadora e arte-educadora, Marta Regina, que coordenou o Poste Poesia, desde a sua criação diz que é algo encantador contribuir para que pessoas tenham acesso à poesia no seu dia-a-dia. Ela enfatiza que essa ação tem uma dimensão pedagógica e que é possível fazer a ponte entre a educação formal e não formal, enquanto educadora.

Poetas e grupos que desejam realizar o Poste Poesia devem entrar contato pelo email: [email protected] ou pelo telefone: (88) 993087832.

Rap, música regional e literatura acontecerá no Gesso

A Roda de Poesia do Gesso é uma atividade que acontece sempre no último domingo de cada mês, protagonizada por crianças e que reúne poetas locais, pesquisadores, professores, principalmente, os moradores Comunidade do Gesso. Neste mês de julho, no dia 28, a Roda de Poesia no Gesso contará com a participação da poeta e idealizadora do Instagram “segredos de liquidificador” Maria Eli, a jovem cantora Isis Raylane e Lucas AMX, integrante da Irmandade Rap, que apresentará seu trabalho solo.

Além de poesia e música, a Roda conta ainda com sebo, brechó, e venda de comidas variadas.

Serviço:

Roda de Poesia no Gesso
Dia: 28, a partir das 17h, no Terreiro do Coletivo Camaradas – Comunidade do Gesso – Crato – CE

Coletivo Camaradas: Arte, lugar e território

Por Alexandre Lucas*

A experiência de base comunitária  desenvolvida pelo  Coletivo Camaradas,  na comunidade do Gesso, no Crato-CE, serve como processo  permanente  de compreensão e reflexão entre  a relação arte,  público e artista e a  dimensão de lugar e território.

O processo de produção e circulação estética e artística não é planificado entre as classes sociais, pelo contrário, assume características excludentes e de estratificação social, nesta contramão conflituosa, a fruição, apropriação e identificação são elementos que transitam entre o estranhamento, acomodação, rejeição e a guetização.  A luta pela democratização da arte e do fazer estético compõem a mesma luta pela democratização econômica e intelectual.

Faz-se necessário extinguir a distância entre artista, obra e público. Para as camadas populares,  isso representa mais que disponibilizar arte nos lugares e territórios. Exige-se concomitantemente uma apropriação continua dos códigos e a da ampliação da visão social de mundo.

 

O ato de possibilitar o acesso do ver, ouvir, sentir e participar  é indispensável para as camadas populares, pois  amplia a compreensão  estética e artística, isso  subverter a ordem dominante  de restrição  e elitização da arte, entretanto  não é o suficiente.

Arte não se contextualiza a partir da arte, mas a partir da vida. A relação das pessoas com estético e o artístico se dá a partir das relações vivenciais, interacionais, espaciais e econômicas.

Partindo desse pressuposto, os lugares são habitados por narrativas, afetos, conflitos, costumes, diversidade, identidade, recortes de classe, gênero e raça.  Umas das questões postas para reflexão é como as pessoas se comportam quando a arte compõe a paisagem cultural dos lugares e quando ela é um corpo estranho aos lugares. Uma ação não invalida a outra, ressinifica ideias, desguetiza, amplia o repertório estético e artístico, instiga o processo criativo e coloca os lugares como espaços de trânsito de pessoas e ideias.

Os lugares compõem os territórios. Esse entendimento fez com que o Coletivo Camaradas atuasse para além  da Comunidade do Gesso e percebesse o território e os agentes sociais  em que ela está inserida. O  Território Criativo do Gesso, como denominamos,  é  composto pelos bairros Centro, São Miguel, Santa Luzia e Pinto Madeira. Essa compreensão da importância de  entender e pautar o território e o lugar como  rede de articulação e integração possibilita perceber a vida antes da arte.

Arte, lugar e território é uma costura que  se faz necessária para aproximar sujeitos, perceber  realidades e construir uma narrativa de sociedade em que a arte não esteja apenas nos lugares, mas  que possa compor  o processo de emancipação das pessoas que compõem os lugares.

 

*Pedagogo, integrante do Coletivo Camaradas e Presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais do Crato.

Coletivo Camaradas solicita plantio de árvores na comunidade do Gesso

Deste a última terça-feira, 15, vem sendo derrubadas árvores em ruas da comunidade do Gesso, o fato vem causando indignação na população, algumas árvores foram plantadas em locais inadequados. O que motivou a derrubada das arvores foi uma determinação da Caixa Econômica Federal para efetivar o pagamento a empresa que asfaltou a localidade.

Na tarde da quarta-feira, 17, O Coletivo Camaradas encaminhou documento ao Prefeito do Crato com cópias para as secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, Infraestrutura e Saúde, alertando sobre os prejuízos da ação, tanto de asfaltamento em áreas comunitárias e sobre a derrubada das árvores e ao mesmo tempo solicitando reposição e ampliação da arborização tendo como critérios a diversidade de plantas nativas , frutíferas e medicinais, orientação sobre cuidados, poda e sobre o potencial e as características de cada planta e e disponibilização de mudas para quintais produtivos e medicinais urbanos.

Para o Coletivo Camaradas, o que sendo defendido pela organização, é uma perspectiva de urbanização social em que a qualidade de vida seja prioritário em detrimento ao asfalto e concreto. Os Camaradas no documento se colocam a disposição para contribuir nesta ação baseada no conceito do “bem viver”.

Termo de Parceria com a URCA visa fortalecer Território Criativo do Gesso

Patrício Melo – Reitor da URCA 

O reitor da Universidade Regional do Cariri (URCA), Patrício Melo, assinará termo de parceria com Coletivo Camaradas, no dia 30 de abril, às 17h30, na Comunidade do Gesso. O Termo visa fortalecer a rede de articulação do Território Criativo do Gesso – TCG, criada desde 2016, e que aglutina mais de 20 organizações que atuam no entorno da comunidade.

O Termo proporcionará ampliar as ações de extensão universitária dentro do Território Criativo do Gesso, que possui duas escolas de Educação Infantil, três escolas de Ensino Fundamental, duas escolas de Ensino Médio e o campus do curso de Direito da URCA, além de ONGs, Coletivos e secretarias municipais e equipamentos de saúde.

Além da assinatura do Termo de Parceria, o Coletivo Camaradas fará uma solenidade de homenagens, onde serão homenageadas 50 pessoas entre lideranças comunitárias, gestores públicos e moradores da comunidade.

Para o pedagogo, Alexandre Lucas, reconhecer o trabalho que vem sendo desenvolvido pelos diversos agentes sociais no âmbito do Território Criativo do Gesso é uma forma potencializar a construção de processo de integração e desenvolvimento social. Ele acrescenta que o Território Criativo do Gesso é um importante mecanismo de articulação e defesa de políticas públicas que aproxima o diálogo entre movimentos sociais, comunidade e poder público.