Arquivos da categoria: Sem categoria

Associação dos Agentes Recicladores do Crato fará coleta na Comunidade do Gesso

Os moradores da Comunidade do Gesso, no Crato, terão uma oportunidade contribuir para reduzir o problema do lixo urbano. O caminhão da Associação dos Agentes Recicladores do Crato passará todas as quintas-feiras pela tarde pelas ruas da comunidade para recolher materiais que podem ser reciclados como: embalagens tetra pak, papel, plástico, vidro e metal.

Os dirigentes da Associação orientam que os materiais devem está separados e limpos.

A coleta seletiva é uma forma de economizar os recursos naturais, aumentar a vida útil do aterro sanitário, melhorar a qualidade de vida e promover a inclusão social.

Essa  é uma articulação  da Associação dos Agentes Recicladores, Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial, através da coordenadoria de Educação Ambiental e o Coletivo Camaradas.

As crianças atuaram como agentes mobilizadoras da ação, neste sentido os dirigentes da Associação estão conversando com elas sobre a importância de cuidar do lugar onde se mora.

Poesia movimentará comunidade no Crato

Marta Regina – Uma das Coordenadora do Coletivo Camaradas

A poesia é capaz de mobilizar pessoas e modificar uma comunidade? É com essa com essa pergunta que o Coletivo Camaradas realizará na cidade do Crato, o Encontro da Poesia no Gesso. O evento contará com a participação de artistas e escritores de diversos lugares do país e contará com lançamento  de livros, oficinas, intervenções urbanas, rodas de poesia, batalhas de rap,  exposição e vendas livros.

Terão oficinas nas escolas Dom Quintino, Colégio Municipal Pedro Felício, Estado da Bahia e Escola Profissionalizante Violeta Arraes. Dentre os nomes confirmados para participar do encontro estão o escritor Luiz Renato de Souza Pinto do Mato Grosso, o rapper pernambucano  Junior Baladeira e o poeta Carlos Barros  do Buffet de Poesia de Recife e o trabalho de vídeo poema da mineira Solange Barreto. Além de  artistas e escritores  da região do Cariri,  como Hamurábi Batista, Paulo Soares, Nezite Alencar,   Fatinha Gomes, Eliana Amorim, Renata Rosa, Thiago Gabriel, Karina Sousa, Cristiano Ramos, Bia Gonçalves, Francinaldo Dias, Cheyenne Alencar, Sandra Alvino, Bia Gonçalves, Natalia Pinheiro, Jussara Xavier,   Fátima Teles, Eveline Limaverde, Jô Andrade, Maura Monteiro, Poliana Leandro, Sionária Oliveira, Tatiane Evangelista, Simone Alencar, Natalia Almeida, Suelanho Alencar,  Kamila Barbosa, Ismael Silva, Icaro Sousa, Joaquim Agostinho,  Josenir Lacerda,  dentre outros.

O Encontro da Poesia no Gesso, além de movimentar a produção literária, discute uma história de lugar que se quer construir  e articula parceiros e comunidade para pensar num urbanismo social que gere autoestima e empoderamento social.

Para a historiadora e coordenadora da intervenção urbana Poste Poesia que é desenvolvido em várias cidades brasileiras pelo Coletivo Camaradas, Marta Regina Amorim , o Encontro contribui para que a comunidade do Gesso tenha acesso a poesia. Ela destaca que é um momento também de gerar renda dentro da comunidade e possibilitar o  contato com artistas e poetas. Marta demonstra entusiasmo ao afirmar “esses quatro dias serão importantíssimos para o fortalecimento do Território da Palavra e o intercambio cultural”.

O Encontro da Poesia no Gesso faz parte do Programa Território da Palavra que é desenvolvido pelo Coletivo Camaradas e que tem o objetivo de contribuir para uma cultura leitora, a partir de várias estratégias de democratização da leitura na Comunidade do Gesso.  O encontro contar com a parceria da Pró-reitoria de Extensão da Universidade Regional do Cariri, Secretaria Municipal de  Cultura, Revista Satirika,   União da Juventude Socialista e o Sesc.

Programação:

QUINTA-FEIRA
DIA 08/03

MANHÃ – Oficina Encenando Poesia com Luiz Renato (MT), Escola Estado da Bahia
TARDE – Oficina de Cordel com Hamurábi Batista – Colégio Municipal
NOITE – Poesia na bodega – Lançamento do Livro do poeta Luiz Renato Momento poético nas marcearias de Dona Mundinha e de Seu Chico dos Pneus

SEXTA-FEIRA
DIA 09/03

MANHÃ – Oficina Poesia e rap – Dextape, Escola Dom Quintino
Oficina Poema Visual com Paulo Soares, Escola Violeta Arraes
TARDE – Oficina de Placas com Coletivo Camaradas – Colégio Municipal Pedro Felício
FINAL DE TARDE – Sexta das Minas – Poesia, rapper e outras variações  musicais, – Terreiro do Coletivo Camaradas – Banca Feminista (literatura produzida por mulheres para venda)

SÁBADO
DIA 10/03

MANHÃ – Intervenções Urbanas:
Poste Poesia
Placas
Poesia na Cx de Fósforo
NOITE – Batalha do Gesso (Batalha de Rap) – Show com Junior Baladeira (PE) – Sebo Popular – Buffet de Poesia com Carlos Barros (PE)– Cordel Expresso Hamurábi Batista

DOMINGO 
DIA 11/03

MANHÃ – Produção dos Vídeos Poemas na Comunidade do Gesso
FINAL DE TARDE – Roda de Poesia – Terreiro do Coletivo Camaradas – Lançamento de Cordel – Sebo Popular – Buffet de Poesia com Carlos Barros (PE) – Cordel Expresso Hamurábi Batista

*Programação sujeita a alteração.

 

Serviço:

Coletivo Camaradas

www.camaradas.org

(88) 996792989

Cheyenne Alencar conduzirá o trabalho de vídeos poemas no Encontro da Poesia no Gesso

A cineasta Cheyenne Alencar, conhecida na área por ser  pioneira no cinema independente de horror no cariri, conduzirá os trabalhos para produção de vídeos poemas que serão realizados durante o Encontro da Poesia no Gesso, no período de 08 a 11 de março, no Crato.

A intenção é produzir cerca de 5 vídeos poemas com cerca de 30 segundos cada,  envolvendo o lugar da comunidade do Gesso e poesias dos moradores. O material produzido será disponibilizado na internet.

Para a cineasta O cinema está presente em tudo que vivemos. Ela destaca que é uma maneira de fazer o outro parar e perceber a leitura corporal do indivíduo, de entender as emoções. “Através da arte filmada você sente e sobretudo entende que o mundo pode ser enxergado de outras formas”, enfatiza Cheyenne .

Esses vídeos poemas tem como objetivo  fortalecer uma narrativa de lugar criativo. Cheyenne acredita que esse encontro pode proporcionar várias diálogos que vão  além da poesia.

Fátima Teles lançará livro no Encontro da Poesia no Gesso

 A escritora de Brejo Santo, Fatima Teles lançará seu livro infanto-juvenil “A cidade que veio das águas”  no dia 11 de março, às 17h30, no Terreiro do Coletivo Camaradas, no Crato, o lançamento acontecerá o durante o Encontro da Poesia no Gesso será realizado  no período de 08 a 11 de março.

O livro conta um pouco a história de Belém do Pará através do diálogo de um curumim com as águas da baía do Guajará e ainda conta  a lenda do açaí.

Fatima Teles é pedagoga, historiadora e assistente social e esse é o seu segundo livro o primeiro é de poesia  “Alumbramento” . A  poeta também tem as suas poesias publicadas na intervenção urbana “Poste Poesia”  desenvolvida pelo Coletivo Camaradas em diversas cidades brasileiras.

Buffet de Poesia estará no Encontro da Poesia no Gesso

 

O Encontro da Poesia no Gesso que será realizado no período de 08 a 11 de março receberá a experiência literária Buffet da Poesia do escritor Carlos Barros que atualmente reside em Recife.

O Buffet de Poesia é uma ideia inédita e inovadora que propõe uma forma nova de relacionamento do leitor com a poesia. Nele, o leitor tem a opção de escolher cada página de um livro que pretenda adquirir. As páginas são expostas individualmente e cabe ao leitor escolher as que lhe interessar. Dessa forma, o leitor selecionará, não somente o conteúdo de um possível livro, como também os autores e, até, o preço. O leitor compra por página e, se quiser, a capa, separadamente, compondo seu livro – se assim o quiser – no próprio ato da compra. Ele poderá comprar desde uma só página, até todas expostas.

No lado do poeta, é, também, um laboratório em que ele pode expor seus trabalhos e mensurar sua aceitação pelo público, uma vez que ele saberá quais dos seus poemas tiveram melhor aceitação junto a determinado público.

É também uma forma, bastante inovadora, de resistência contra o elitismo da indústria editorial, uma vez que o Buffet de Poesia não faz nenhuma restrição aos trabalhos publicados, exceto quanto ao tamanho, face a disponibilidade de espaço em cada página.

Entre os poetas atualmente participantes, encontram-se poetas que tiveram suas primeiras publicações no Buffet de Poesia, em 1996, em sua primeira edição e, hoje, já publicaram vários outros livros de prosa e verso, tendo inclusive autores premiados com Menção Honrosa em Concurso Internacional e três membros de Academias de Letras (do Paraná e de Maringá).

O Buffet de Poesia, mesmo hoje vinte anos após sua “primeira edição”, na cidade de Curitiba-PR, ainda é um projeto inédito.

Para o escritor Carlos Barros, o Encontro da Poesia no Gesso desempenha um papel importante para a cidade por trazer  poetas de várias partes do País, como Pernambuco e Mato Grosso, além de outros. Ele enfatiza que essa iniciativa é  uma semente que, que  brotará em mais cultura, não só para os cratenses. O trabalho do Buffet de Poesia poderá ser visto no Terreiro do Coletivo Camaradas no período de 08 a 11 de março, a partir das 17h30.

Júnior Baladeira se apresenta no Encontro da Poesia no Gesso

 

O rapper pernambucano Junior Baladeira fará apresentação no Encontro da Poesia no Gesso, o evento acontecerá, no período 08 a 11 de  março, na cidade do Crato. O show do pernambucano acontecerá no dia 10 de março, no Terreiro do Coletivo Camaradas, no mesmo dia também terá a batalha de rima do Gesso.

Júnior Baladeira é um desses artistas que sintetizam toda diversidade de um povo em seu trabalho, com criatividade ele mescla diversos elementos da cultura regional com elementos musicais contemporâneos, une em sua performance a música, a poesia e as infinitas tradições da cultura popular do seu povo fazendo uma ponte entre o tradicional e moderno pincelado nas batidas do rap.

Para Junior Baladeira o  rap tem se mostrado um ritmo cada vez mais flexível. Ele destaca que  ultimamente, muitos rappers adentrando no universo da literatura e também propondo musicalmente diálogos seja com a cultura popular ou com outros estilos e tendências. O artista enfatiza que os rappers são poetas com grande potencial e mostra a sua satisfação em ver a ocupação tanto  nos espaços da literatura e como na música, o que tem possibilitando novos públicos e discursos. O Junior Baladeira enquanto artista engajado diz que o rap já é algo maior que a música em si e frisa “é palco do discurso de resistência, é ponte para construção de esperanças, é a letra que dá vida a esse novo tempo”.

O rapper  juntamente com o escritores de Luiz Renato de Mato Grosso e  Carlos Barros do Pernambuco estarão participando do Encontro da Poesia no Gesso de forma colaborativa e independente custeando as suas próprias despesas.

Conheça mais sobre o trabalho de Junior Baladeira: http://juniorbaladeira.blogspot.com.br/

Prefeitura atende pedido de limpeza do Coletivo Camaradas

A Coordenadoria de Limpeza Pública da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial da Prefeitura Municipal do Crato realizou um intenso trabalho de capinagem, poda e recolhimento do lixo na comunidade do Gesso esse final de semana.

Em janeiro foi realizado um mutirão de limpeza e arte na comunidade.

Essas ações estão sendo provocadas pelo Coletivo Camaradas que vem de forma contínua fazendo um trabalho de educação ambiental e acionando o Município para realizar esses serviços.

O Coletivo Camaradas vem desenvolvendo uma parceria com a Secretaria de Meio Ambiente que inclui desde limpeza, placas de sinalização, distribuição de mudas e a colocação de tambores coletores de lixo e deverá estar sendo desenvolvido um trabalho de educação ambiental junto as escolas do entorno da Comunidade.

Outro trabalho iniciado na comunidade será com a Associação dos Agentes Recicladores do Crato que irá realizar, uma vez por semana a Coleta seletiva dos seguintes materiais papel, plástico , metal e vidro.

Nesta segunda-feira, 19, às 15h, terá na sede do Coletivo Camaradas, uma reunião com as crianças e os dirigentes da Associação dos Agentes Recicladores.

Encontro da Poesia no Gesso exibirá vídeo “Poesias Cruzadas”


“Poesias Cruzadas” é uma proposta de intervenção audiovisual rural onde, durante a ação do Poste Poesia na cidade de Serra Negra/SP, serão declamados poemas de poetas e cordelistas do Crato, como é o caso Alexandre Lucas, Ana Ruty, Josenir Lacerda, Lulu Lacerda, Saionara Alencar e de Juazeiro do Norte, Hamurábi Batista, Abraão Batista, Márcia Passos, Admilson Matias e de Cordisburgo/MG, Manoel do Norte, Thalita Freire, Dona Lica, de Diamantina , Júlio Brabo e de Belo Horizonte/MG Sol Barreto e José Alberto Barreto. Esse trabalho é fruto do intercâmbio e da parceria existente entre a Tecnologia Social Catapoesia e o Coletivo Camaradas.

Para Solange Barreto, coordenadora do Catapoesia, o Encontro da Poesia no Gesso é uma ação que potencializa para continuar a estabelecer trocas provocativas entre esses projetos similares. Ela destaca a importância destes trabalhos no sentido de divulgar o fazer poético, a leitura, a produção audiovisual, os patrimônios locais e os territórios educativos que se fazem presentes quando coletivos, poetas e comunidades se encontram nos afetos e nos protestos.

O vídeo será exibido nos dias 08 e 11 de março na Comunidade do Gesso.

Escritor mato-grossense  Luiz Renato lançará livro no Encontro da Poesia no Gesso

Um dos nomes que estará presente no Encontro da Poesia no Gesso será o escritor, ator e poeta   mato-grossense Luiz Renato de Souza Pinto que lançará o seu livro “Gênero, Número, Graal” que  é um conjunto de 85 poemas que atravessam os anos  1990, 2000 e a década atual.

Luiz Renato é graduado em Letras, tem habilitação em Literatura, Mestre em História e  doutorado em Letras. Atuou no meio artístico desde 1982. Trabalhou no grupo Pé-de-Moleque com Maurício Leite. Foi também animador cultural no Rio de Janeiro, fez dupla de palhaços e montou dois monólogos com poemas de vários autores.

Poeta e ator, integrou o bando CAXIMIR na década de 1980 e 2000, participando do primeiro CD do grupo. Trabalha com formação de leitores.

Como pesquisador atua no campo do romance histórico e tem o Nordeste como uma de suas fontes de pesquisa.

Para o  escritor “a Poesia é essência e os poemas são a sua materialização em forma de objeto”.

Além do lançamento do livro que ocorrerá no dia 08 de março, entre as mercearias de Seu Chico dos Pneus e de Dona Raimundinha, na Comunidade do Gesso. Luiz Renato ofertará uma oficina “Encenando Poesia” na Escola de Ensino Médio Estado da Bahia.

O Encontro da Poesia no Gesso, ocorrerá no período de 08 a 11 de março e faz parte das ações do Programa Território da Palavra desenvolvido pelo Coletivo Camaradas, na Comunidade do Gesso, o qual visa contribuir para uma cultura leitora do lugar.

Jovens criam Batalha de rap no Gesso

Jovens do Crato ligado a cultura hip hop criam  Batalha de Rap na comunidade do Gesso no Crato. A primeira edição acontecerá no dia 10 de março, durante o Encontro da Poesia no Gesso, no Terreiro do Coletivo Camaradas.  A batalha contará com a participação especial do rapper pernambucano  Junior Baladeira que tem um trabalho que mistura rap com a identidade estética do povo nordestino.

As batalhas de rap  vêm ganhando espaço no Cariri e não é de hoje. A disputa a partir da poesia improvisada como acontece com os repentistas também ocorre com a cultura urbana do rap,  nas cidade de Crato e Juazeiro do Norte são realizadas  várias batalhas, como é o caso da Batalha da Estação que tem a frente o grupo Irmandade Rap e  Batalha do Cristo na Praça Cristo Reis, ambas no Crato e no Juazeiro, a batalha do Cangaço, além de outras disputas que são realizadas nos bairros.

A Batalha do Gesso surgiu a partir do movimento Batalha do Cristo que é realizada todo sábado na Praça Cristo Reis no Crato e que reúne dezenas de jovens no  Freestyle, nome dado a rima improvisada, desenvolvida pelos rappers.

Para Ícaro Sousa, um dos idealizadores da Batalha do Gesso, a ação visa fomenta a cultura Hip Hop através do Freestyle (Rima Improvisada). Icaro destaca que o Freestyle desperta nos rappers que estão iniciando ou veteranos, a busca por mais conhecimento, como forma de  expandir seu vocabulário, melhorar sua dicção  e desenvolver  o raciocínio lógico e instantâneo.

As batalhas instigam a participação de pessoas de várias idades, como é o caso de Marcos Vinicius, 9 anos,  morador do Gesso e poeta que  já teve a oportunidade de participar de um  Freestyle na comunidade.

A Batalha do Gesso acontecerá uma vez por mês e será coordenada pelos integrantes da Batalha do Cristo.