Arquivos mensais: Abril 2018

Coletivo Camaradas pretende construir barracão comunitário no Gesso

O trabalho que vem sendo desenvolvido na Comunidade do Gesso pelo Coletivo Camaradas é um exemplo de ocupação criativa do espaço público com o intuito de pensar urbanismo e desenvolvimento social.

O grupo que já criou na comunidade um “terreiro”, que consiste num piso de cimento e alguns postes com refletores, vem servindo para diversas apresentações e diálogos com outras instituições. Conforme os integrantes do Coletivo Camaradas, esse espaço serve para fazer com que a comunidade seja percebida de forma positiva e contribui para a democratização do acesso a arte.

O Coletivo Camaradas quer construir mais um equipamento na Comunidade do Gesso. O novo desafio do grupo é levantar um “barracão comunitário”, uma tenda de alvenaria circular medindo 10 metros. O equipamento terá função multifuncional, servindo desde reuniões, encontros, cursos, feiras e espaço para o brincar. A intenção é que o equipamento seja construído ao lado da quadra.

Atualmente falta um espaço para as  crianças brincarem na comunidade. A quadra construída recentemente ainda não dispõe de luz e coberta. De acordo com a gestão municipal o projeto de cobertura e iluminação foi encaminhado para os tramites legais.

O Coletivo Camaradas encaminhará documento a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial para firmar parceria com o Governo Municipal.

O Barracão Comunitário  deverá ser financiado a partir de doações de material de construção e ações de arrecadação de recursos financeiros.  O projeto arquitetônico do equipamento foi elaborado  pelo arquiteto e urbanista Alexandre Lúcio Nunes.

Curso sobre protagonismo comunitário para jovens será realizado no Crato

Natália Pinheiro é um exemplo de jovem protagonista, poeta, estudante de história e militante do Coletivo Camaradas.

O Coletivo Camaradas e o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS Vila Alta estão organizando o curso “Protagonismo Comunitário para Jovens” destinado para estudantes das escolas do entorno da Comunidade do Gesso. O curso tem como objetivo contribuir para a formação dos jovens de sentido de possibilitar diálogos e interações  com a diversidade dos movimentos sociais da região do Cariri.

O curso deverá ter como conteúdo programático, a história,   pautas e as metodologias de organização dos movimentos sociais e  as atividades formativas serão mediadas pelos representantes de associações de bairros, coletivos, organizações juvenis, sindicais e professores universitários.

Os jovens terão como desafio na conclusão do curso, pensar no desenvolvimento de uma intervenção social na comunidade do Gesso.

Nesta segunda-feira, dia 16, às 15h, no Laboratório de Criatividade do Coletivo Camaradas, na Comunidade do Gesso, haverá uma reunião do planejamento do curso com a participação de representantes entidades dos movimentos sociais do Cariri.