Arquivos mensais: abril 2017

Coletivo Camaradas realizará V Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances

WhatsApp Image 2017-04-19 at 19.49.18
Jordlyane Almeida – Coordenadora do Núcleo de Performance do Coletivo Camaradas

Pelo quinto ano consecutivo o Coletivo Camaradas realizará a Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP. O evento é realizado de forma colaborativa e acontece em diversos estados brasileiros. A Mostra surgiu no Crato – CE, em 2012. A última edição em 2016 contou com a realização em mais de 30 cidades de 16 estados brasileiros.
A Mostra IP visa democratizar a produção audiovisual de registros de intervenções urbanas e trabalhos performáticos para além dos circuitos das artes e provocar momentos de reflexão e experimentação estética e artística preferencialmente em escolas de Ensino Médio e universidades.
Os artistas e coletivos interessados em realizar a Mostra IP nas suas cidades tem até o dia 15 de maio para fazer a inscrição. Esse é o mesmo período também para o envio de vídeos. O regulamento está disponibilizado no site da Mostra http://mostraip.camaradas.org/
A Mostra será realizada no período de 22 de maio a 02 de junho de 2017.
Para a coordenadora do Núcleo de Performance do Coletivo Camaradas, Jordlyane Almeida a Mostra é um momento de articulação e intercâmbio entre artistas e coletivos do país. Ela destaca que isso gera trocas de conhecimento e de circulação de trabalhos. Jordlyane enfatiza ainda a importância do grande público ter acesso a esse tipo de fazer artístico.
A V Mostra IP tem como co-realizadores: Rede IP (BR), Rede ColetivoS (CE), Centro Universitário de Cultura e Arte da União Nacional dos Estudantes –CUCA da UNE ( BR) e Laboratório de Estudos, Vivencias e Experimentos em Arte Contemporânea – LEVE Arte Contemporânea (CE).
lançamento

Serviço:

Mostra IP 2017

http://mostraip.camaradas.org/

E-mail: [email protected]

Cristiano Ramos movimenta a dança na Comunidade do Gesso

WhatsApp Image 2017-04-19 at 09.37.08
Artista que cresceu na Comunidade do Gesso, Cristiano Ramos, integrante do Coletivo Camaradas consegue aliar ao seu trabalho pesquisa, intercâmbio e empoderamento social através da dança. O contato de Cristiano com a dança vem desde criança. Ele destaca que em 2011, entrou para o grupo de dança Vidarte da ONG Nova Vida que tem como coreografa Edilania Rodrigues. Participou também da companhia da Unidance da coreografa Adriana Alencar. Cristiano ao entrar no curso de Artes Visuais da URCA teve a oportunidade de cursar algumas disciplinas optativas de dança com o coreografo Alysson Amancio e isso o instigou a aprofundar os seus estudos sobre o corpo e conhecer o trabalho de bailarinos do cariri e de outros países.
Estudos, apresentações, oficinas, trabalhos coletivos e viagens fazem de Cristiano um artista conectado com o seu tempo e isso vem repercutindo na Comunidade do Gesso. A semana de Cristiano é agitada e voltada quase que exclusivamente para dança e o curso de Letras da Universidade Regional do Cariri – URCA. Na Comunidade, ele media os ensaios do Núcleo de Experimentos em Dança – NED do Coletivo “O Crato tem Dança” que circula por vários bairros da cidade do Crato, é coreografo de dois grupos da Quadrilha Junina “Pé de Moleque” da Comunidade e coordena o Núcleo de Dança do Coletivo Camaradas aonde desenvolve aulas de dança experimental, além de participar do Maracatu Raízes coordenado pelo músico Beto Ribeiro.
Cristiano Ramos enfatiza que o trabalho da dança experimental que ele vem desenvolvendo tem o objetivo de “quebrar” os estigmas da dança clássica e    abordar questões como o sentir, o experimentar, o estudo do corpo e tratar de questões sociais dentro da dança contemporânea.
As aulas de dança experimental acontecem todas as quartas-feiras, ás 18h30, no Laboratório de Criatividade do Coletivo Camaradas na Comunidade do Gesso.

DSCF2259

Coletivo Camaradas receberá 400 livros infantis na Bienal Internacional do Livro

WhatsApp Image 2017-04-18 at 10.07.38

Nesta XII Bienal Internacional do Livro do Ceará dentro da programação do Encontro Estadual de Bibliotecas, o Coletivo Camaradas receberá um acervo de 400 livros infantis e juvenis.
O acervo é uma doação da ONG Casa do Conto que há mais de mais de 10 anos no Ceará distribui acervos e oferece rodas de leituras e contação de histórias para mais 300 comunidades cearenses, através do Projeto Baú de Leituras.
Essa é a segunda vez que o Coletivo Camaradas é contemplado pelo Projeto e os livros circulam nos Pontos de Leituras desenvolvidos na Comunidade do Gesso.
A intenção do Camaradas é contribuir para uma comunidade Leitora no Gesso, a organização já foi premiada pelo Ministério da Cultura com o projeto Território da Palavra que está contemplando a publicação de livros, ampliação dos pontos de leitura, brinquedoteca, potencialização das rodas de poesia e das contações de histórias e a da intervenção urbana Poste Poesia.
Para o coordenador dos Pontos de Leituras – Higinotecas, do Coletivo Camaradas, Francisco do Nascimento, esse acervo vai possibilitar a ampliação dos Pontos de Leituras. Ele destaca que isso irá favorecer para que grupos de outras comunidades possam replicar a ideia. Como é o caso do Postim Cultura da Comunidade do Mutirão no Crato.

A passagem  para a Bienal foram custeada pela Secretaria de Cultura do Município do Crato.

Livro do Poste Poesia será lançado na Comunidade do Gesso

WhatsApp Image 2017-04-11 at 09.15.14

A literatura vem ganhando espaço na comunidade do Gesso no Crato. No dia 30 de abril, será lançado pelo Coletivo Camaradas o livro do Poste Poesia.  A obra reúne poemas de 43 poetas de diversas cidades brasileiras.

O Poste Poesia é uma experiência que vem sendo desenvolvida nacionalmente pelo Coletivo Camaradas que consiste num trabalho de intervenção urbana, democratização da leitura e organização comunitária através da poesia. A experiência conta com poetas e grupos de vários estados do país que se organizam para espalham poemas em postes e nos espaços virtuais.

A coletânea será lançada no dia da Roda de Poesia que acontece mensalmente na comunidade do Gesso e que tem como protagonistas as crianças.

O livro é financiado pelo Prêmio “Todos por um Brasil de Leitores” do Ministério da Cultura  que o Camaradas foi contemplado na época do governo da Dilma Rousseff.  Além deste livro, o Coletivo já lançou esse ano o livro “Toda poesia ao povo” de Alexandre Lucas e o cordel do “poste poesia de autoria da poeta mineira Solange Barreto e está previsto ainda o lançamento de cordéis de autoria de Josenir Lacerda, Nezite Alencar e Marcia Passos.

O lançamento do livro acontecerá no dia de 30 de abril, às 17h30, no Terreiro do Coletivo Camaradas.  No dia do lançamento os livros serão distribuídos gratuitamente.

Comunidade do Gesso terá curso da fotografia e direitos humanos em parceria com a Unileão

WhatsApp Image 2017-04-06 at 10.12.58
Professor do curso de Direito da Unileão e fotógrafo Cristovão Teixeira

Uma parceria do Coletivo Camaradas com as ações de extensão do curso de Direito do Centro Universitário Dr. Leão Sampaio proporcionará a realização de curso de fotografia e direitos humanos. Com o titulo Direito e Fotografia: retratos da realidade, o curso pretende refletir sobre a ausência e a garantia dos direitos fundamentais e a imagem como elemento de mediação do contexto social.
De acordo com o professor do curso e fotógrafo, Cristovão Teixieira, a fotografia é uma importante ferramenta de engajamento para discutir a questão dos direitos humanos. Ele destaca ainda que o curso também proporcionará trocas de saberes entre acadêmicos e a comunidade.
O curso terá início dia 06 de maio e se estenderá até junho, sendo realizado pelas manhãs, dos sábados. As Inscrições devem ser efetuadas no Laboratório de Criatividade do Coletivo Camaradas, localizado na rua Monsenhor Juviniano Barreto, 350 – Comunidade do Gesso. O publico alvo do curso são estudantes do Ensino Médio e moradores da comunidade, a idade mínima para participação é de 14 anos.

Domingo terá palhaçada na Comunidade do Gesso

D. Menina no TIC_Lili Rodrigues 4
O grupo K´OS Coletivo de Fortaleza apresentará o espetáculo Dona Menina neste domingo, 09,  às 17h00, no Terreiro do Coletivo Camaradas na Comunidade do Gesso. O grupo K’Os Coletivo iniciou seus trabalhos no ano de 2006 e tem como linhas de pesquisa a improvisação teatral, a palhaçaria e a comédia.
O espetáculo conta a história de Dona Menina que é cuidar das suas plantas e animais. Seu maior pesadelo é saber que pode perdê-los! O espetáculo é uma representação do palhaço Pipiu que transforma a realidade em sonho mostrando a vida de D. Menina.
O elenco é composto por Aldrey Rocha e Aline Campelo, tendo como músico Vinicius Pinho e na técnica Rebeka Lúcio.
O espetáculo é uma parceria do Centro Cultural do Banco do Nordeste – CCBNB Cariri e o Coletivo Camaradas. A parceria prevê outras apresentações na Comunidade do Gesso.

Espetáculo “Dona Menina”
Dia: 09 de abril de 207
Horário: 17 horas
Local: Terreiro do Coletivo Camaradas – Comunidade do Gesso

Programação da 17ª Festa Popular da Malhação do Judas

WhatsApp Image 2017-04-03 at 15.00.31
Largo da RFFSA | Crato-CE
15 de abril de 2017, 17h
Sábado de Aleluia

PROGRAMAÇÃO

15h: Cortejo do Judas, acompanhado pelo Grupo de Caretas do Distrito da Bela Vista (Mestre Cirilo), Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, Maracatu Raízes, Trupe Perdidas Ilusões, Catirinas e Mateus, Boi, Burrinha, Jaraguá e brincantes de reisados locais, atores em personagens regionais.
17h: Chegada ao Sítio do Judas, montado no Largo da RFFSA/Centro Cultural do Araripe, onde o traidor permanecerá até a hora de seu julgamento e malhação, sob a vigilância dos Caretas; Tradicional roubo do Sítio do Judas: os Caretas vigiam o sítio montado e açoitam com chicotadas os que ousarem roubar. A façanha é sair do sítio sem apanhar (e com o roubo).
19h: Distribuição e leitura do Testamento do Judas, elaborado em versos (cordel); Malhação do Judas, com show pirotécnico e artistas circenses em perna-de-pau com malabares de fogo.
20h: Repentistas e Forró pé-de-serra.
21h: Encerramento.

Coletivo Camaradas realizará parceria com Arquitetura e Urbanismo da FJN

DSCF2322

A comunidade do Gesso no Crato discutirá  intervenções urbanas de caráter lúdico a partir de parceria que está sendo realizada com a Coordenação do curso e do Centro Acadêmico  de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Juazeiro do Norte – FJN.

O objetivo é pensar formas coletivas de apropriação do espaço urbano visando  melhorar a qualidade de vida da população e criar relações de pertencimento.   O Coletivo Camaradas tem uma atuação na comunidade através da arte, o que  tem proporcionado intercâmbios, parcerias, intervenções e apropriação do espaço urbano na comunidade.

No último sábado, 01, o arquiteto e professor da FJN, André Costa visitou a comunidade, junto com as acadêmicas Palloma Ponciano  e Vitória Galdino  para conhecer as especificidades do lugar.

Nesta quarta-feira, 05, haverá uma reunião com representantes do curso de Arquitetura e Urbanismo da FJN, Comunidade do Gesso e integrantes do Coletivo Camaradas, às 16h, no Laboratório de Criatividade, localizado na rua Monsenho Juviniano Barreto, 350.