Arquivos mensais: janeiro 2017

Laboratório de Criatividade é criado na Comunidade do Gesso

rede-camaradas

 

A comunidade do Gesso contará com mais um equipamento cultural, trata-se do Laboratório de Criatividade, espaço que servirá para ensaio dos  grupos de dança e teatro do Cariri, oficinas de diversas linguagens artísticas, reuniões e espaço para receber artistas dos diversos  estados brasileiros.

O Laboratório de Criatividade é uma iniciativa do Coletivo Camaradas com o financiamento do Mistério da Cultura, através do Prêmio de Rede Local, que teve o projeto Rede Camaradas contemplado. A intenção do Camaradas é potencializar a sua teia  de articulação com outros coletivos e contribuir para fruição estética e artística na Comunidade. O espaço será uma experiência inicial de 10 meses aonde os grupos terão gratuitamente,  espaço para ensaio, com internet e estrutura  som.

O Laboratório tem o intuito também de  ser um espaço permanente para formação artística da comunidade. Os grupos ou artistas interessados em ocupar o Laboratório devem entrar em contato com o Coletivo Camaradas.

O espaço já conta com cerca de seis grupos que irão desenvolver atividades. O Laboratório fica localizado na Rua Monsenhor Juviniano Barreto, 350, próximo o Terreiro do Camaradas.

Hamurábi Batista doa acervo de cordéis ao Coletivo Camaradas

14054167_940528796074136_2720804066667220194_n

O xilógrafo e poeta Hamurábi Batista doou  mais oitenta títulos de cordel de sua  autoria para o Coletivo Camaradas. O acervo fará parte das ações do Projeto Território da Palavra contemplado pelo Ministério da Cultura que visa contribuir para transforma o Gesso numa Comunidade Leitora.

O trabalho de Hamurábi Batista se destaca pela sua preocupação com a pesquisa histórica e o  se engajamento com as causas e movimentos sociais. A literatura dele vem sendo conhecida pelo Brasil, a partir do Centro de Cultura Mestre Noza, em Juazeiro do Norte, aonde pode ser encontrado o seu material  e pela sua participação em feiras realizadas pelos país.

O artista de Juazeiro do Norte,  Hamurábi já publicou  cordel sobre o  Coletivo Camaradas.

Livro “Toda poesia ao povo” será lançado na Comunidade do Gesso

13442206_488552718002147_4965078859371415231_nA comunidade do Gesso será mais uma vez ocupada pela criatividade e a poesia com o lançamento do livro “Toda poesia ao Povo” de autoria do pedagogo e artista/educador  Alexandre Lucas, neste domingo, dia 15, às 17h30, no Terreiro do Coletivo Camaradas.

O livro reúne poemas do autor que abordam a sua concepção sobre as artes, a política e a vida.  A poesia engajada do autor traz a essência  militante de quem tem uma atuação política de mais de 20 anos. Nascido na Comunidade do Gesso e defensor de uma arte que possa ser construída com e para o povo, Alexandre Lucas terá seu livro lançado aonde nasceu e contará com a participação de mais de 15 de poetas da região do Cariri e de moradores da comunidade recitando poemas.

O livreto traz textos introdutórios  do geógrafo Ricardo Alves que ao longo dos anos vem acompanhando de perto o trabalho de Lucas e também da professora mestra em Literatura Brasileira Luciana Bessa. A seleção dos poemas foram feitos pela professora e poeta Solange Barreto de Minas Gerais.

O livro é financiado pelo Ministério da Cultura através do Prêmio “ “ Todos por Um Brasil de Leitores 2015” no qual o Coletivo Camaradas foi contemplado com o projeto Território da Palavra que visa contribuir para a democratização da leitura e para transformar o Gesso numa comunidade leitora. O livro será distribuído gratuitamente.

Poeta mineira lança cordel sobre o Poste Poesia no Crato

15902796_1373497152722151_1600864490_o
Solange Barreto – poeta e artivista

A experiência  do Coletivo Camaradas  com o  Poste Poesia iniciada na Comunidade do Gesso no Crato-CE foi transformada em cordel pela professora e poeta Solange Barreto de Minas Gerais. Atualmente mais de 30 cidades brasileiras realizam a intervenção urbana de espalhar poesia nos postes das cidades como forma de democratizar a leitura.

A poeta lança o seu cordel neste domingo, dia 08, a partir 17h30, no Terreiro dos Camaradas, na Comunidade do Gesso. Na oportunidade haverá a distribuição gratuita do cordel e a participação de poetas da região do Cariri.

A capa do cordel é um desenho do artista do Cariri, Admilson Matias.  O cordel  faz parte das ações previstas no projeto Território da Palavra desenvolvido pelo Coletivo Camaradas e contemplado pelo Prêmio “ Todos por Um Brasil de Leitores 2015”, do Ministério da Cultura.

Solange Barreto é formada em Letras pela PUC-MG, professora de Língua Portuguesa em escolas públicas e particulares, atualmente atua como Gestora Cultural da ONG Trilhas da Serra em Minas e no interior de São Paulo onde desenvolve projetos de incentivo e de democratização da leitura, sendo os principais o Leitura Viva e o Catapoesia. Pesquisadora da Cultura Popular, da Cultura da Infância, poeta e brincante.

Intercâmbio no Cariri

Essa é a quarta vez que a poeta visita o Cariri, o que tem favorecido um intercâmbio com os artistas locais, como  é o caso das vivências e diálogos proporcionados com os artistas   Admilson Matias, Ricardo Alves, Thiago Gabriel, Josenir Lacerda, Marcia Passos, Marquinho Abu, Juarez Soares, Alexandre Lucas, Lulu Larcerda Hamurabi Batista e com instituições como é o caso do Geopark Araripe, Escola Dom Quintino, Escola Presidente Vargas e o Projeto Vilarte.

 

Comunidade do Gesso deverá ter 20 Pontos de Leitura

dscf2008

O Coletivo Camaradas pretende implantar 20 pontos de leituras em espaços não convencionais na comunidade do Gesso com livros voltados para a literatura infanto-juvenil. Os Pontos de Leituras consistem de caixetas em suporte zinco que serão afixados em mercearias, escolas e residências. Cada ponto terá o seu acervo renovado a cada 15 dias.
Atualmente a comunidade conta com 04 Pontos de Leitura.
A intenção do Coletivo Camaradas é contribuir para uma comunidade leitora. A ampliação dos Pontos de Leitura é fruto do Prêmio “ Todos por Um Brasil de Leitores 2015”, do Ministério da Cultura, o qual o Camaradas foi premiado com o projeto Território da Palavra.
Os novos pontos deverão ser implantados até fevereiro deste ano, cada local deverá receber uma placa de identificação, caixeta de zinco e acervo de livros. Os interessados em implantar o projeto deverão procurar o Coletivo Camaradas ou entrar em contato pelo whatsapp (88) 996792889.