Arquivos mensais: agosto 2016

Professora Solange Barreto vem conhecer experiência no Crato

SOLANGE BARRETO

A professora e ativista no campo da democratização da leitura no país Solange Barreto estará na região do Cariri para participar de intercâmbio com o Coletivo Camaradas. A professora atua na rede de escolas públicas de Migas Gerais e São Paulo aonde desenvolve atividades na ONG Trilhas  da Serra e a tecnologia social Catapoesia que desenvolve livros artesanais. Solange Barreto é uma das mais atuantes ativistas da ação do Poste Poesia que é desenvolvido pelo Coletivo Camaradas no Brasil.

Nesta quinta-feira, dia 25, às 8h, no Auditório do Geopark Araripe, a professora participa de Roda de Conversa sobre Poesia e Ativismo com a participação de artistas, poetas, gestores escolares e professores da área da leitura. A Roda contará ainda com a participação do geografo Ricardo Alves, integrante do Camaradas e um dos idealizadores do Poste Poesia.

Na sexta, dia 26, as 14h, na Escola Dom Quintino no Crato terá oficina de Livro Artesanal com a ativista e no sábado, dia 27, na Comunidade do Gesso, a partir das 8h00, terá a intervenção Urbana do Poste Poesia.

Todas as ações serão gratuitas e abertas ao público. Informações adicionais pelo whatsapp (88) 996792889.

SELEÇÃO DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DO POSTE POESIA

cartaz-do-poste-poesia

O Coletivo Camaradas, no uso de suas atribuições legais torna público, para conhecimento dos interessados as normas do Processo de Seleção para Monitoria Voluntária da ação “POSTE POESIA”.

1– Do objeto

1.1- O “POSTE POESIA” é uma ação colaborativa e em rede que visa potencializar a produção e a circulação da poesia nacional por mecanismos convencionais, virtuais e não convencionais. A ação é realizada em diversas cidades brasileiras e consiste na colagem em postes (Lambe – Lambe) de poesias dos poetas cadastrados na ação e a disponibilização do registro em plataforma virtual, através da pagina: https://www.facebook.com/Poste-Poesia- 1405485296444993/?fref=ts

2 – Da Monitoria

2.2 – Poderão candidatar-se às vagas para Monitoria Voluntária alunos regulamente matriculados nos diversos cursos de graduação de universidades da região do Cariri.

2.3 – Serão ofertadas 20 vagas para monitores(as)

2.4 – O monitor(a) desenvolverá suas atividades de forma virtual e participará de dois encontros mensais para realização de intervenções urbanas e socialização das atividades.

2.5 – A carga horária final da monitoria será contabilizada pelo tempo de permanência no Projeto POSTE POESIA.

2.6 – Cada monitor(a) receberá declaração de participação emitida pelo Coletivo Camaradas.

2.7 – Os monitores(as) deverão ter noções de Word, gerenciamento em mídias sociais (Facebook, e-mails, whatsapp, etc) e ter facilidade de comunicação.

2.8 – As atividades dos monitores(as) consistirão de ativismo virtual, encontros e intervenções urbanas com alunos de escolas públicas.

3 – Das inscrições

3.1 As inscrições serão efetuadas no período de 05 a 19 de agosto de 2016, de forma online no seguinte endereço: https://goo.gl/forms/gtfAkN5XdmKTCSkk2

4 – Do Resultado e da convocação

4.1 – O resultado será divulgado no dia 20 de agosto de 2016, no site www.camaradas.org .

4.2 – Os selecionados deverão comparecer para a primeira ação  INTERVENÇÃO URBANA  dia 27 de fevereiro, às 8h00, na sede do Coletivo Camaradas – rua Ministro João Gonçalves, 29 – Comunidade do Gesso Crato-CE.

 

Crato, CE,  05 de agosto de 2016.

 

Coordenação do Poste Poesia – Coletivo Camaradas

Equipe de geração de renda será criada na Comunidade do Gesso

bazar-cartaz

O Coletivo Camaradas realizará reunião para formação de equipe de geração de renda na Comunidade do Gesso, no dia 11 de agosto, às 18h, na sede da organização. A ideia é constituir uma equipe de mulheres que participará de ações formativas no campo da economia solidária e de feiras visando a complementação da renda familiar.

O objetivo do Camaradas é fortalecer a economia do local ao mesmo tempo contribuir com o processo de organização comunitária. A ação também faz parte das diretrizes propostas pelo Território Criativo do Gesso que teve início o ano passado em conjunto com diversas organizações e instituições que atuam no entorno do Gesso.

As mulheres interessadas em conhecer a proposta devem participar da reunião na sede do Coletivo Camaradas, no dia 11 de agosto, às 18h00.