Diretor do Ministério da Cultura reconhece atuação do Coletivo Camaradas

O diretor da Cidadania e da Diversidade Cultural da SCDC do Ministério da Cultura fala sobre o papel dos coletivos no processo de aprofundamento da democracia e reconhece o papel do Coletivo Camaradas.Santini sinaliza o respeito tem pelos Camaradas e destaca que em breve deverá participando de ações no Cariri.

Alexandre Santini teve o seu primeiro contato com o Coletivo Camaradas em Brasília em 2008 durante a terceira edição do TEIA e do  Encontro Nacional dos Pontos de Cultura, quando era coordenador geral do Centro Universitário de Cultura e Arte da União Nacional dos Estudantes – CUCA da UNE. Desde esse período Santini vem mantendo contato com os Camaradas e atuando na luta pela implementação  do Programa Cultura Viva  como politica de Estado.

Atuação de Santini nas redes de coletivos faz com que eles tenham posicionamentos de democratização das políticas púbicas para a cultura com a participação efetiva da sociedade, como é o caso do Cultura  Viva. Ele também defende a retomada do Programa Interações Estéticas em Pontos de Cultura.

Veja o vídeo do Santini

Deixe uma resposta