Arquivos mensais: fevereiro 2015

Diretor do Ministério da Cultura reconhece atuação do Coletivo Camaradas

O diretor da Cidadania e da Diversidade Cultural da SCDC do Ministério da Cultura fala sobre o papel dos coletivos no processo de aprofundamento da democracia e reconhece o papel do Coletivo Camaradas.Santini sinaliza o respeito tem pelos Camaradas e destaca que em breve deverá participando de ações no Cariri.

Alexandre Santini teve o seu primeiro contato com o Coletivo Camaradas em Brasília em 2008 durante a terceira edição do TEIA e do  Encontro Nacional dos Pontos de Cultura, quando era coordenador geral do Centro Universitário de Cultura e Arte da União Nacional dos Estudantes – CUCA da UNE. Desde esse período Santini vem mantendo contato com os Camaradas e atuando na luta pela implementação  do Programa Cultura Viva  como politica de Estado.

Atuação de Santini nas redes de coletivos faz com que eles tenham posicionamentos de democratização das políticas púbicas para a cultura com a participação efetiva da sociedade, como é o caso do Cultura  Viva. Ele também defende a retomada do Programa Interações Estéticas em Pontos de Cultura.

Veja o vídeo do Santini

Reunião de integração comunitária na Comunidade do Gesso

O Coletivo Camaradas, o projeto  de extensão “Assessoria Jurídica Gratuita nas Comunidades do Crato” da Universidade Regional do Cariri – URCA, o Projeto Nova Vida, CRAs Vila Alta, representantes da Associação dos Moradores dos Gesso e lideranças da Comunidade realizarão nesta quarta-feira, dia 25, as 17h00, na sede do Projeto Nova Vida, localizado na rua São Francisco, 58 reunião de integração comunitária.

A reunião tem como objetivo traçar estratégias comuns de desenvolvimento organizativo e comunitário.  O Projeto  de extensão: Assessoria Jurídica Gratuita nas Comunidades do Crato da Universidade Regional do Cariri – URCA será parceria na orientação às organizações que atuam na Comunidade.

Coletivo Camaradas realizará III Mostra Nacional em diversas cidades do país

oficial

A terceira edição da Mostra Nacional de Vídeos Intervenções e Performances  – Mostra IP realizada pelo Coletivo Camaradas, em parceria com o Centro Universitário de Cultura e Arte da União Nacional dos Estudantes – CUCA da UNE, Programa Nacional de Interferência Ambiental – PIA, Laboratório de Estudos, Vivências e Experimentos em Arte Contemporânea – LEVE Arte Contemporânea acontecerá no período de 08 a 11 de abri deste ano, em diversas cidades brasileiras.

A Mostra tem o  objetivo de incentivar a produção de registros em vídeo de intervenções e  performances,  fomentar o intercâmbio em rede e a difusão dos trabalhos performáticos e interventivos, bem como difundir a produção no campo audiovisual realizada no Brasil.

A novidade deste ano é a criação de uma rede colaborativa de coletivos que atuam no campo da performance e na intervenção o que favorecerá que a Mostra IP será seja realizada em outras cidades.  Para isso basta o Coletivo manifestar interesse em levar o evento para a sua cidade e se comprometer com a exibição dos vídeos e a realização de uma atividade formativa. A intenção é que todos os estados brasileiros tenham ações.

Para o coordenador da Mostra IP e do Coletivo Camaradas, Alexandre Lucas, a ação cria uma rede de colaboração e  intercâmbio que poderá resultar em novos trabalhos  no campo da formação e fruição estética. “Acreditamos que essa iniciativa contribui  para tridimencionalizar a atuação política, estética e artística dos coletivos brasileiros” e destaca  que a Mostra está sendo realizado a custo zero e a partir do empenho e a parceria de grupos com o quais  os Camaradas já vinham realizando trabalhos  e diz outras parcerias estão surgindo a partir desta ação.

Para a coordenadora do Centro Universitário de Cultura e Arte da União Nacional dos Estudantes – CUCA da UNE, Patrícia de Matos, a Mostra IP é  muito importante para a cena nacional na medida em que coloca em contato experiências regionais, gerando novas cenas e desdobramentos nos processos de experimentações estéticas e criativas. Ela enfatiza que o Coletivo Camaradas realiza um trabalho  significativo e que é um ponto de intercessão na articulação das redes do Cariri. Patrícia destaca que para o CUCA, essa parceria possibilita a conexão desse processo ao território da universidade.

Os coletivos interessados em levar a Mostra IP para as suas cidades, como também os artistas ou grupos que desejarem encaminhar vídeos devem acessa blog http://www.mostraip.blogspot.com.br/.

O prazo para inscrições das cidades encerram dia 15 de março.