Coletivo Camaradas terá nova gestão e estatuto reformulado

A Assembleia Geral do Coletivo Camaradas acontecerá no próximo sábado (23), às 14h00, no Pátio da Pedagogia da URCA. A mesma tem por objetivo reformular os estatutos e eleger a nova coordenação para um mandato de três anos. Há a perspectiva de que se aumente o número de cargos, a fim de atender a demanda cada vez maios das ações do Coletivo.
De acordo com a integrante do Coletivo, Jordania Araújo, “o objetivo desta assembleia para o coletivo, é renovar a coordenação, elegendo representantes verdadeiramente atuantes”. Já foram indicadas algumas novas coordenações a serem aprovadas nesta reunião, sendo elas: Questões de Gênero,  Afrodescendência, Movimentos Sociais e Formação Política.
Esta reformulação do estatuto visa ampliar os trabalhos do Coletivo, uma vez que ele não atua apenas na região do Cariri, mas em outros estados brasileiros também. O Grupo já esteve em Brasília, Rio de Janeiro, Recife, João Pessoa, Aracati e Fortaleza. Além disso, o Camaradas integra o Centro Universitário de Cultura e Arte da UNE e o Programa Nacional de Interferência Ambiental – PIA. O Coletivo também vem buscando a efetivação do Conselho Consultivo que  deverá ser composto por intelectuais, mestre e artistas de diversos estados brasileiros que têm contribuído no debate nacional.
O Coletivo Camaradas foi fundado no ano de 2007 e vem sendo coordenado atualmente pelo artista/educador Alexandre Lucas. Segundo ele, o Coletivo vive um momento de crescimento e de ocupação de espaços. Alexandre ainda destaca que é preciso dar outra dinâmica ao processo de organização e formação dos seus membros, o que vem sendo feito nos últimos meses.

Deixe uma resposta