Arquivos mensais: junho 2009

Assembléia do Coletivo Camaradas será no Gesso

O Coletivo Camaradas promove a Assembléia Geral tendo como pauta principal a discussão e aprovação de estatutos. O grupo discute arte, marxismo, ativismo, cultura, intervenções urbanas e políticas públicas.

Com o intuito de se aproximar e conhecer realidade social, o Coletivo Camaradas realizará Assembléia Geral neste sábado, dia 04 de julho, na sede do Projeto Nova Vida, na Comunidade do Gesso, no Crato, a partir das 14 horas. O intuito da Assembléia é garantir os procedimentos legais para inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ.

A Comunidade do Gesso é um local simbólico para o Coletivo Camaradas, tendo em vista que foi nesta comunidade que esse grupo conseguiu fazer um trabalho consistente que possibilitou realização de oficinas, intervenções, registro fotográfico, produção de documentário, cartões postais, livretos e de uma exposição no Centro Cultural do Banco do Nordeste – CCBNB Cariri.

Para a cantora Maria Gomes, integrante do Coletivo, a intenção é favorecer o dialogo com o grande público. Ela destaca que a escolha do local para a Assembléia do Coletivo visa fortalecer essa integração com a comunidade.

Rebecca Sedrim, também integrante do Coletivo e acadêmica de Psicologia ressalta que o coletivo visa construir um novo conceito de arte juntamente com a sociedade. Ela destaca que é preciso consolidar o coletivo e formar novas pessoas que acreditam no poder transformador da cultura. Rebecca frisa que a arte não precisa estar relacionada as elites e que deve estar próxima do grande público.

Documentário “Cabaré” será exibido na comunidade
Logo após a Assembléia, a partir das 18h30, será exibido ao ar livre, o documentário: “Cabaré – Memórias de uma vida”. O documentário faz um resgate histórico da Comunidade do Gesso, antiga zona de prostituição que por décadas foi excluída das políticas públicas do Município. Para Alexandre Lucas que dirigiu o documentário apresentar-lo à comunidade é possibilitar que as pessoas se sintam parte do processo deste registro. Ele frisa que o grupo está interessado em fazer arte com o povo e para o povo. “Não queremos fazer uma arte para os artistas, mas para as pessoas que não tem acesso ao processo de fruição da arte”, conclui.

Um pouco da História
O Coletivo foi criado no final de 2007, com o objetivo de discutir arte numa perspectiva marxista. Neste curto período realizou e participou de diversas atividades, tanto na região do Cariri, como nacionalmente. Destacando-se a realização da Mostra desUSA de Artes Visuais, a luta contra exclusão dos artistas na Expocrato, a Exposição Ninho com trabalhos de presidiários da Cadeia Pública do Crato, a participação na Mostra Baiana Arte e Guerrilha, no Encontro Nacional dos Pontos de Cultura em Brasília, integrou a programação da Bienal da UNE em Salvador, participou do Movimento da Parada Gay em Juazeiro do Norte e da Semana da Mulher no Crato e realizou trabalho registro audiovisual e fotográfico na comunidade do Gesso, antiga zona de prostituição da cidade do Crato que resultou na produção do documentário e da exposição no Centro Cultural do Banco do Nordeste “Cabaré – Memórias de uma vida” e atualmente trabalha na produção de um novo documentário que tratará sobre “A festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio” e elabora o Projeto “Coletivo na Periferia”. O Coletivo também mantém o blog: http://www.coletivocamaradas.blogspot.com/ que funciona como espaço aberto para divulgação de textos,eventos e trabalhos ligadas a arte e a cultura, pessoas que não são do grupo podem ser colaboradores do blog.

No reino da informática

Emerson Monteiro

No filme 2001: Uma odisséia no espaço, o computador de bordo (protótipo de máquina inteligente (Hal 9000, abreviatura de Hardware Abstract Layer, ou Camada de Abstração de Hardware) de uma nave especial resolve, de iniciativa própria, confrontar seus operadores, no que, ao ser descoberto e desligado, antes elimina um dos dois tripulantes.
A propósito dessa película famosa de Stanley Kubrick, em face do acidente momentoso do voo 447, da Air France, percurso Rio de Janeiro – Paris, ao custo de mais duas centenas de vidas, a humanidade presencia hipótese semelhante, de máquina que quebra a linha do resultado previsto, porquanto uma possível pane dos computadores de bordo da aeronave, precedente dos mais perigosos, acha-se no meio das conjecturas que deram causa à ocorrência. No caso, a possibilidade de falha humana não se descarta, contudo a falha mecânica, ou eletroeletrônica, merece urgente consideração. Enquanto isto, milhares de aviões, a todo instante, alimentados pelos dados e circuitos de tais preciosidades da técnica, circulam o alto dos céus, dentro de condições idênticas às do fatídico voo.
E como abordar esse personagem indispensável do cenário contemporâneo, computador, a onisciência da informática, que tomou o lugar das limitações humanas? Aonde chega o antigo projeto da liberdade, demanda dos sonhos inúmeros da multidão laboriosa?Isso traz à baila alguma abordagem quanto ao domínio da máquina sobre o ser humano, recorrência da ficção científica desde as primeiras horas da cibernética.
Os comuns adoradores da oitava maravilha tecnológica bem que reconhecem, as melhores máquinas tendem a desobedecer (não por maldade, num juízo de valor) às leis da robótica e, frias, sofisticadas, imperam no mundo percentual dos riscos mínimos inesperados, haja vista série de fatores, porquanto perfeição absoluta ainda inexiste, nas variáveis da ciência e da técnica. Por refinadas que se proponham peças e equipamentos, margem inelutável de erro persiste, no horizonte do provável. Os chamados paus das máquinas vez por outra impõeem graves danos às corporações, mais dia, menos dia, conclusão salutar, devido à exaustão dos materiais, às condições atmosféricas, ao inesperado seqüencial do desenvolvimento dos sistemas, dentre outros, e à ação do homem, seu genial criador.Visto quando na terra, vá lá que se possam reparar os impasses.
Contudo nas alturas ou nas profundezas oceânicas, implicariam noutras interpretações e sequelas por vezes drásticas. De tanto ceder território a esse império das máquinas, a história demonstra assim o grau da dependência extrema da civilização a geringonças, no altar do fetichismo, o que reduz as margens da segurança de todo o esforço de geração à cômoda opção de rendição total à inconsciência. A submissão de tais pressupostos conduzirá a sociedade a um comando central (ao Grande Irmão, de George Orwell), ou significará o início da jornada coletiva em prol da consciência clara do que se fará da fabulosa produção capitalista dos objetos industriais.

Direito de resposta

Bem, já que estou de férias vou usar um pouco do meu tempo para responder a postagem abaixo. Respondo, sobretudo, por ser fantasiosa e utilizar-se do mais falho mecanismo de influência, a mentira! Mas que há muito habita o PIG – Partido da Imprensa Golpista, setor da mídia brasileira que defende e veicula informações manipuladas a fim de privilegiar grupos políticos específicos.
—————

Isto é uma vergonha! E não desespero dos “anti-petistas”…

O zelador de um prédio em Natal/RN, pediu à administração do condomínio onde trabalhava que o demitissem.
Contou o motivo: tem dois cunhados desempregados,lá mesmo em Natal, e que, por conta da Bolsa Escola, Cartão Cidadão, Cartão Alimentação, Vale Gás, Transporte Gratuito, Vale-Refeição (acreditem – Vale-refeição) e demais
benefícios do nosso governo, dadas a título de esmola, vivem melhor que ele.

Aí paramos e fomos fazer umas continhas:

1. Bolsa escola – R$ 175 para cada filho que freqüente as aulas (suponhamos que sejam apenas dois) = R$ 350,00 (em dinheiro);

2. Cartão cidadão (cujo intuito é restituir a cidadania) = R$ 350,00 (em Dinheiro);

3. Vale gás (um por mês) = R$ 70,00;

4. Transporte (calculamos 4 passagens diárias, que é uma boa média) R$8,00/dia x 20 dias = R$ 160,00;

5. Vale refeição (um por dia) R$ 3,50/dia x 30 dias x 4 pessoas (ele a Esposa e os dois filhos) = R$ 420,00;
Total em dinheiro – R$ 700,00
Total em serviços – R$ 650,00
Total mensal – R$ 1.350,00

OBS.1 : O salário do zelador acrescido de horas extras e tudo mais girava em torno de R$ 830,00/mês.

OBS.2: Tudo isso é o estabelecido pela *LEI No 10.836, de 09 DE JANEIRO DE 2004*.

DÚVIDAS???? CONSULTEM:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_A to2004-2006/2004/Lei/L10.836.htm
Como o zelador tem três filhos em idade escolar, para ele é vantajoso ficar desempregado e ter esses benefícios. Seu ‘salário desemprego’ irá girar em torno de R$ 1.525,00, quase o dobro do que ganha trabalhando.

Como diria o Boris Casoy (expurgado da TV por se opor ao Lula): ‘ISTO É UMA VERGONHA!’. Viver única e exclusivamente de uma politica assistencialista, que não dispõe educação, segurança, infra-estrutura e saúde de qualidade à população (como exemplo poderíamos citar a falta de medicamentos nos postos de saúde de JUAZEIRO DO NORTE-CE, a qual é administrada por um prefeito do PT), é correto???? E sabe quem paga por isso??? ‘NÓS’, que damos um duro danado e passamos restrições que só nós sabemos! Distribuir a renda,correto, mas isso é ESMOLA em exagero.
Porque você acha que o Nordeste em peso votou no Lula?

—————

Para começar, ninguém em sã consciência pediria para ser demitido motivado por falsas esperanças por alguém dizer da possibilidade de conseguir benefícios com programas federais como os citados pela “piada”. Imagine trocar o certo pelo duvidoso tendo uma família para sustentar!

Programas incluídos no Bolsa Família objetivam a transferência de renda e não “esmola” como muitos insistem em classificar. Os programas buscam resgatar uma dívida histórica. Nosso país desde seus primórdios manteve bem claro e evidente a relação dominante/dominado. Já começamos mal por sermos colônia de exploração. Até a Lei Área em 1888, éramos o único país do mundo ocidental a manter na legislação a possibilidade escravista. Sem esquecer a existência dos latifúndios que restringem o acesso a terra cultivável e delimitam as classes abastardas no país há séculos. Tudo isto gerou e gera uma massa de miserável sem possibilidade de acesso a educação, alimentação ou moradia produzindo discrepância entre as classes sociais. É ai que a palavra “esmola” perde seu sentido.

Pense! Suponhamos que as três gerações que antecederam a sua existência pertencessem à classe de miseráveis. Como você poderia dar uma reviravolta e ter acesso à educação e principalmente ter dignidade sem a mãozinha do governo? Pois a ele pertence a responsabilidade de zelar pelo seu povo. O apoio a estes programas vem de todas as partes, basta está atento. O ex-presidente FHC implantou o Bolsa Escola que beneficiou 4 milhões de famílias. O presidente LULA criou o Bolsa Família que hoje beneficia 11,4 milhões de família com valores que variam entre R$ 20 e R$182.

O reflexo da importância dos programas vem através de pesquisas realizadas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, que mostram redução considerável no número de miseráveis no Brasil. Em 1992 35,16% da população brasileira pertenciam a classe de miseráveis, em 2006 o Brasil atinge pela primeira vez desde aquele ano uma taxa inferior a 20%.. Foi constatado também que a desigualdade entre as classes diminuiu, “a renda dos 10% mais pobres subiu 57,4% e a dos 10% mais ricos aumentou quase 10 vezes menos, 6,8%”.

O texto a que este responde diz em seu primeiro tópico: “Bolsa escola – R$ 175 para cada filho que freqüente as aulas (suponhamos que sejam apenas dois) = R$ 350,00 (em dinheiro)” MENTIRA! O programa Bolsa Escola, criado em 1995 pelo então governador do Distrito Federal, Cristovam Buarque, foi implementado em caráter nacional em 2001 no penúltimo ano do segundo mandato de FHC. O benefício de R$15 era direcionado para famílias com renda máxima de R$90 per capita para até 3 filhos que freqüentassem no mínimo 75% das aulas sendo que no total o benefício não ultrapassava R$45. Hoje o programa inclui-se no PBF – Programa Bolsa Família (“O processo de migração gradativa dos beneficiários dos programas remanescentes Auxílio-gás, Bolsa Escola, Cartão Alimentação, Bolsa Alimentação e PETI – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, inscritos no Cadastro Único, encontra-se em fase de finalização.”). O PBF distribui no máximo R$182 para famílias com renda per capita até R$60 e para famílias cujas rendas per capita encontrem-se entre R$60 e R$120 o benéfico chega até R$60(R$20 para cada filho sendo no máximo 3 beneficiados) e não R$175 para cada filho!

Segundo tópico: “Cartão cidadão (cujo intuito é restituir a cidadania) = R$ 350,00 (em Dinheiro)”. Nada a ver… Mais uma MENTIRA! O Cartão Cidadão é fornecido pelo banco CAIXA com o intuito realizar saques dos benefícios, tanto trabalhistas quanto sociais. Não dá R$1 a ninguém, quanto mais R$350. Sabe a que se destina? “Consultar saldo e extrato do FGTS, bem como saldo de quotas do PIS; Efetuar saque da conta vinculada ao FGTS; Receber se tiver direito, benefícios referentes aos programas de transferência de renda, abono salarial, rendimentos do PIS e seguro-desemprego; Consultar saldo e extrato dos recursos do FGTS.”

Mais uma MENTIRA, “Vale gás (um por mês) = R$ 70,00”. Criado por FHC. Fornecia R$15 bimestralmente para 8,4 milhões de brasileiros. Este vale não existe mais desde 31 de dezembro de 2008!

Quarto tópico: “Transporte (calculamos 4 passagens diárias, que é uma boa média) R$8,00/dia x 20 dias = R$ 160,00”. Não tem o que falar aqui. O tópico não afirma nada.

Quinto: “Vale refeição (um por dia) R$ 3,50/dia x 30 dias x 4 pessoas (ele a Esposa e os dois filhos) = R$ 420,00”. Deve ser MENTIRA também… Não encontrei nenhuma citação oficial quanto à existência deste vale.

O texto também diz: “Tudo isso é o estabelecido pela LEI No 10.836, de 09 DE JANEIRO DE 2004”. Estranho! Não encontrei nada disso. Entre e procure… http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_A to2004-2006/2004/Lei/L10.836.htm. Há apenas o que já relatei acima. Delimitações das famílias que podem ser beneficiadas, valores dos benefícios etc. Nada compatível com “Total mensal – R$ 1.350,00” como afirma o indivíduo que escreveu o texto.

Quem escreveu deve está com o nariz crescido. “Isto é uma vergonha!” Confundir programas que visam a ascensão da sociedade com assistencialismo.

Sim… E quem foi que disse que Boris Casoy saiu da TV? Até onde eu ele apresenta o Jornal da Noite na band. Mas eu não recomendo!

Por fim: “Porque você acha que o Nordeste em peso votou no Lula?” Para o primeiro mandato disputado com José Serra, Lula não o venceu apenas em Alagoas. “Em São Paulo, maior colégio eleitoral do país, o petista teve 55,39% dos votos contra 44,61% do tucano. Em Minas, o segundo colégio eleitoral, Lula obteve 66,45% e Serra, 33,55%.”. Para a reeleição, Lula ficou na frente em 20 estados. “No primeiro turno, Alckmin obteve dos paulistas 3.835.935 votos à frente de Lula. Alckmin conseguiu a proeza de ter menos votos no segundo turno do que no primeiro.” Lula venceu na maior parte do país.

Hoje Lula tem o apoio da maioria no Sudeste com 57% de aprovação e não são apenas analfabetos, 55% dos brasileiros com curso superior consideravam seu governo ótimo/bom. Entre os mais ricos também; 57% dos que vivem em famílias que ganham R$ 4.150, ou mais, por mês aprovam seu governo. Portanto não apenas o “nordeste em peso” é o Brasil em peso.

No mais, o zelador fictício que pediu demissão, perdeu um ótimo trabalho!

por Daniel Coriolano

Fontes:

  • http://clippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2009/4/17/mais-1-3-milhao-no-bolsa-familia
  • http://www.cinform.com.br/noticias/1505
  • http://www1.caixa.gov.br/gov/gov_social/estadual/distribuicao_servicos_cidadao/bolsa_familia/saiba_mais.asp
  • http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u416046.shtml
  • http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u45540.shtml
  • http://www.caixa.gov.br/fgts/cartao_cidadao.asp
  • http://www.ar.terra.com/tecnologia/interna/0,,OI1219639-EI6651,00.html
  • http://www.dm.com.br/impresso/7669/esportes/49225,a_popularidade_de_lula

Cebrapaz/CE realiza encontro preparatório para 2ª Assembleia Nacional da entidade

O núcleo cearense do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) realizará no próximo dia 04 de julho, das 8h às 13h, a etapa estadual preparatória para a 2ª Assembleia Nacional da entidade. O encontro que acontecerá no auditório Iran Raupp, do CEFET – Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará, terá o objetivo de aprofundar o debate no estado sobre o caderno de debates da assembleia. Os encontros estaduais terão a responsabilidade de eleger os delegados do evento nacional.

O encontro nacional acontecerá nos dias 24, 25 e 26 de julho, no Rio de Janeiro, sob o lema “Paz, Solidariedade e Soberania Nacional”. A Segunda Assembleia Nacional do Cebrapaz irá analisar o atual contexto internacional, no qual uma profunda crise do sistema capitalista ganha destaque, acompanhada por uma contestação da hegemonia norte-americana e a emergência de novos pólos de poder no cenário internacional. A ideia é analisar qual a importância da luta pela paz neste contexto.

Fortalecer o Cebrapaz

Entre os objetivos prioritários da assembleia estão a consolidação do Cebrapaz como um movimento amplo, de caráter antiimperialista, patriótico, defensor da solidariedade aos povos em luta, uma corrente política e cultural em defesa da paz no seio da sociedade brasileira além de abrir uma nova etapa na construção do Cebrapaz que dê um salto de qualidade em sua experiência organizativa e política. O encontro visa ainda transformar a indignação em ação organizada e consciente, fortalecendo desta forma o Cebrapaz para uma nova jornada de lutas antiimperialistas.

Serviço:

Etapa Estadual Preparatória para 2ª Assembleia Nacional do Cebrapaz

Data: 04 de julho de 2009 (sábado)Hora: Das 8h às 13hLocal: CEFET – Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará, auditório Iran Raupp (Av. 13 de Maio)

De Fortaleza,Carolina Campos

Programação do Festival de Inverno de Garanhuns 2009
16/07 – Quinta-feira
Quinteto Violado
Maria Rita
17/07 – Sexta-feira
Lenine18/07 – Sábado
Rita Lee
19/07 – Domingo
Morais Moreira
20/07 – Segunda-feira
Odair José
21/07 – Terça-feira
Wanderléa22/07 – Quarta-feira
23/07 – Quinta-feira
Nação Zumbi
24/07 – Sexta-feira
O Rappa
25/07 – Sábado
Zeca Pagodinho

Vocês já viram a programação da expocrato?

vamos comparar? A programação a cada ano se supera!

Clipping, no site de Gilda Mattar

Navegando hoje pela net fui pesquisar no google (imagens) sobre o site artesvisuaiscariri porque estava atrás de uma arte gráfica. Fiquei surpreso ao ver o clipping ao lado, está pequeno mas dá pra conferir no site de http://www.gildamattar.com.br/. De cara soube que é uma artista plástica, fotógrafa profissional. Enfim, uma artista conceituada. Fico feliz e quero compartilhar que o artesvisuaiscariri está se expandido além do nosso Cariri, servindo de informativo para todo o Brasil. Não é a toa que o acaso ou Deus mesmo que é maravilhoso nos dar a oportunidade de certa vez ser visto por uma jornalista, se eu não me engano Cida Medeiros, que descobriu pela net e anunciou ao conceituado e respeitado jornalista Luis Nassif de São Paulo que postou em seu blog que já ganhou prêmio Ibest de melhor blog.
Encontrei esse clipping, (recorte de uma postagem que fiz no blog) no site de Gilda Mattar e me sinto orgulhoso de mostrar as artes do Cariri como um lugar de onde nasceu e nasce grandes artistas plásticos para o mundo. Um site informativo que mostra as riquezas do Cariri e do Brasil.
“Atividades Profissionais 1989/96 Fotógrafa do jornal “O Estado de São Paulo”, Coluna 2, de Sonia Racy, Galeria, de Nirlando Beirão e Persona, de César Giobbi. 1994 Cobertura fotográfica exclusiva da visita de Margaret Thatcher à São Paulo em março, para o Banco Garantia. 1994 Prêmio viagem ao exterior da Revista A&D, categoria Paisagismo para Maria Luiza Lacerda Soares. Edição de Janeiro de 1995. 1994 Jantar oferecido por Ruth Escobar à F.H.C., reportagem exclusiva para a Revista Vogue. 1996 Edições de domingo -fotos para a coluna Persona -Caderno 2. 1996 Fotos para Schindler elevadores. 1997 Coluna Revista Vogue -Clube BASE 1997 Coluna de domingo Persona -Matéria Arco Madrid 1997 Fotos Vila Itororó para Gilberto Sampaio. 1999 Fotografia e divulgação do evento de inauguração do Consulado…”
www.artesvisuaiscariri.blogspot.com

MARANGUAPE REALIZA IX FESTEJO JUNINO

Nos dias 18 e 19 de junho, a Prefeitura Municipal através da Fundação Viva Maranguape de Turismo, Esporte e Cultura – FITEC, realizará o IX Festejo Maranguape Junino
A partir das 18 horas, a Praça Capistrano de Abreu se transformará num grande arraiá. Decoração temática, barracas de comidas típicas, como vatapá, paçoca, baião de dois, bolo de milho, tapioca, aluá e milho verde – farão a alegria dos “matutos” de ocasião.

Nesses dois dias o público presente assistirá as eliminatórias das quadrilhas participantes. Se apresentarão quadrilhas tradicionais e federadas do município e da Região Metropolitana de Fortaleza. As quadrilhas campeãs, 1º, 2º e 3º lugar, receberão como premiação R$ 1.500,00, R$ 1.000,00 e R$ 700,00 respectivamente.

Vanim do Acordeon e as bandas Xamego Roxengado e Forró Real serão as atrações que animarão as noites. A expectativa é que, aproximadamente, 5 mil pessoas prestigiem o festejo.

Informações:

FITEC – 3369.9188

www.maranguape.ce.gov.br e

e-mail: [email protected]

Maranguape sedia Conferência Municipal de Educação

O evento reunirá além de educadores, representantes de movimentos sociais, sindicatos, pais de alunos, grêmios escolares e servidores da Secretaria de Educação

A pluralidade de idéias define o modo como a educação é pensada e repensada durante as conferências de educação, que acontecem nas instâncias municipal, estadual e pela primeira vez será realizada nacionalmente, em abril de 2010 em Brasília. Comunidade escolar e local, representantes da sociedade civil que integram movimentos sociais e representantes de organizações governamentais se reunirão para debater o tema central Construindo um Sistema Nacional Articulado de Educação: Plano Nacional de Educação, suas Diretrizes e Estratégias de Ação”.

Todos setores da educação básica, superior e pós-graduação públicas e particulares do país estarão mobilizados na preparação da 1ª Conferência Nacional de Educação (Conae). Maranguape realizará a etapa municipal nos dias 19 e 20 de junho e elegerá seus delegados para participarem no segundo semestre da conferência estadual, que por sua vez escolheram os delegados que estarão na Conae. A Conferência Municipal de Educação em Maranguape ( COMEM) disponibilizará 300 vagas.

A discussão nas conferências está distribuída em seis eixos temáticos que serão discutidos em colóquios:

– O papel do Estado na Garantia do Direito à Educação de Qualidade: Organização e Regulação da Educação Nacional

– Qualidade da Educação, Gestão Democrática e Avaliação

– Democratização do Acesso, Permanência e Sucesso Escolar

– Formação e Valorização dos Profissionais da Educação

– Financiamento da Educação e Controle Social

– Justiça Social, Educação e Trabalho: inclusão, Diversidade e Igualdade

Confira a Programação:

19/06 ( Sexta-feira)

Local: Teatro Municipal Pedro Gomes de Matos

15h Credenciamento

16h Abertura Oficial

17h Palestra com o tema: “Construindo o Sistema Nacional Articulando de Educação”

17h30 Apresentação da Comissão Organizadora da COMEM Maranguape

17h40 Apresentação do Regimento Interno da COMEM

18H Coquetel de Encerramento

20/06 ( Sábado)

Local: Escola Municipal Francisca Gomes Fernandes Vieira ( antigo SESI)

8h Café da manhã

8h30 Apresentação dos Eixos Temáticos

9h Início dos trabalhos de Grupo

12h30 Almoço

13h Retorno para conclusão dos trabalhos de grupo

14h30 Plenária Socialização das propostas de cada eixo temático

16h30 Eleição dos delegados para a Conferência estadual de Educação

17h30 Apresentação dos delegados eleitos

Encerramento

Um apóstolo do bem

Emerson Monteiro

Através do noticiário da noite, neste 15 de junho de 2009, soube do desaparecimento do Dr. Silas Munguba, médico amazonense radicado no Ceará, que dedicou o melhor de seus dias ao tratamento dos dependentes de drogas, em Fortaleza, por meio da instituição Desafio Jovem, clínica especializada que criou e manteve durante 35 anos.
Algumas vezes o visitei na sede do Desafio, à Avenida Dedé Brasil, na capital do Estado. Ali ouvi um tanto a respeito dos métodos de tratamento e orientação que utilizava e desenvolvia. Certa feita, assisti, pela TV Ceará, a uma longa entrevista dele, quando contava de suas experiências bem sucedidas na cura de centenas e centenas de jovens. Sábio e persistente, atravessou com denodo crises financeiras sérias para dar andamento ao trabalho empreendido sem o patrocínio de terceiros.
Ouve-se dizer, os mais exaltados, que a nossa humanidade recende a maldade, que maioria incontável de gente apenas quer usufruir o prazer material, a riqueza, a fama e os valores negativos da insossa vaidade. Execram as pessoas humanas indiferentes e citam como base os políticos pilantras, que dilapidam o patrimônio público em favor pessoal e dos cúmplices, indiferentes à multidão sofredora.
No entanto existe a versão contrária de que no mundo habitam heróis anônimos que mantêm a ordem dos acontecimentos. Não contássemos com esses e a ordem quebrar-se-ia, o caos tomaria de conta da sociedade e de tudo.
Creio nisso, nos que, de jeito solidário, silencioso, elabora os dias na senda do amor e de realizações de comum desconhecidas da mídia sensacionalista.
Em lugares os mais afastados, rincões distantes das luzes dos holofotes e de festas desvairadas, emergências de hospitais produzem assistência constante, nas madrugadas, e os abrigos da velhice relegada ao segundo plano permitem sobrevidas, em redutos abandonados pelos poderosos, líderes abnegados e prontos ao serviço da caridade, ao amor em ação, firmes e desinteressados de frutos particulares. Tais exemplos de bravura realizam obras imensas em prol de milhões, a preservar a continuidade perene da bondade.
Uma perda considerável sofrem, assim, as lideranças cearenses que se dedicam aos cuidados de nossa juventude.
Dr. Silas Munguba retrata um desses testemunhos luminares da doutrina de Jesus, que prega coerência entre o que se estuda e pratica, demonstração viva na familiar e no ambiente comunitário. Agora chega o momento do galardão conquistado ao salvar almas na vitória contra o vício. Um minuto de silêncio, por isso, para se reconhecer as bênçãos auferidas desse amigo de tantos jovens que encontraram o conforto da paz nas suas mãos de luz.