Verdade inconveniente.

Prezados amigos e amigas,

Nunca fui de me calar diante do que considero injusto, muitas vezes me vi sozinha lutando por aquilo que acredito, mas nunca me arrependi de minhas lutas, de minhas convicções.
Acredito na igualdade entre as pessoas, em justiça para todos.
Obviamente todos devem estar se perguntando o motivo de tal desabafo, mas e que sinceramente cansei, não tenho mais força, o sistema me matou.
Há 10 anos moro no Crato e , há 10 anos assisto como alguns cratenses são xenofóbicos, se fecham em um grupinho e se sentem donos da verdades e da moral e dos bons costumes, se intitulam intelectuais e artistas mas nem se quer se vê estes a lutar pelo espaço de mostrar sua arte ou seu intelecto.
Quando a Gaby criou o OLHAR Casa das artes, fez por que queria que os artistas tivessem lá um apoio, uma casa , um espaço onde pudessem se apresentar, , alguns acreditaramnisso e lá estão até hoje, outros só foram lá para tirar dinheiro e visto que a proposta não era essa , zarparam.

Mas ai vem a pergunta teria o OLHAR casa das Artes sofrido tantas perseguições, descaso, se fosse conduzido por esse grupo de iluminados, alguns até bradam que são imortais??

Acredito que não, pois, assim como eu , Gaby e de fora, viemos com outros conceitos de cultura e mundo e só queremos dar ao Crato , aquilo que recebemos, pela sua radiante beleza geográfica, aquilo que recebemos de pessoas como Josenir Lacerda , Bastinha, Tranquilino Ripuxado , Aécio Ramos e até mesmo do carinhosamente apelidado Tio Dihelson.

Não é o fato de fecharem o bar do Olhar, mas e o fato de vocês que se dizem tão iluminados, nunca terem dado atenção a casa das artes, onde tem propostas de cursos, tem toda uma estrutura, mas não temo o apoio, o investimento.

Isso cansa , desanima, você começa a ver o quão tacanha são essas pessoas que se seguram e seus sobrenome de família, que acham que tem o direito sobre a cidade, e sinceramente nada fizeram ou fazem pela democratização e acesso a cultura, musica , arte.

Infelizmente vejo que essa e a mais dolorosa verdade , pois venho aqui denunciando a poluição sonora causada pela igreja da Sé eninguém foi lá verificar, mas sobre o OLhar houve uma perseguição, uma coisa de agirem de má fé, sinceramente, está ai a prova do que digo sobre o xenofobismo, sobre a hipocrisia, a falsa moral os dois pesos e duas medidas, cadê SEMACE? Cadê Secretaria de meio ambiente?

Cadê a zona de silêncio????

E me desculpem mesmo pelo desabafo, sei que aqui tem pessoas que sentem o mesmo, só não tem coragem de por para fora, de protestar contra essa realidade, essa triste injustiça.

Só quero deixar claro que essa e minha opinião, e não do OLHAR ou da Gaby.
Sinceramente espero que a sociedade acorde para ver o grande projeto que é o olhar casa das artes , o mais breve possível!

Deixe uma resposta