Novo edital: Agentes de Leitura

Um dos projetos estaduais mais bacanas de incentivo à leitura está com inscrições abertas. O programa Agentes de Leitura do Ceará objetiva levar o livros até as populações mais carentes, através de um agente que visita regularmente as famílias para realização empréstimos de livros.

Cada agente selecionado recebe uma bolsa mensal complementar de renda no valor de R$ 354,80,00, por período de um ano, tempo de vigência do projeto, além de uma bicicleta, uma mochila e um acervo individual de 100 títulos para a realização de atendimentos domiciliares. Um agente de leitura assiste a 25 famílias de sua comunidade com empréstimos de livros, rodas de leitura e contação de histórias.

Em 2009, serão 210 bolsas concedidas a agentes com objetivo de assistir a 5.250 famílias. As inscrições acontecem até o dia 19 de março de 2009. O edital está disponível na página eletrônica da Secult www.secult.ce.gov.br

O edital – Para se inscrever no Edital Agentes de Leitura do Ceará, os interessados devem ter idade mínima de 18 anos, comprovar o seu registro ou de sua família no Cadastro Único do Governo Federal (Número de Indicador Social – NIS), haver concluído o Ensino Médio até a data de inscrição.

O processo seletivo para agente de leitura divide-se em três etapas: prova escrita (subjetiva e redação), prova oral (entrevista) e visita domiciliar.

Em Fortaleza os bairros selecionados são: Curió, Dunas, Pedras, Siqueira, Genibaú, Bom Jardim, Mondumbim, Moura Brasil, Jangurussu e Vicente Pinzón.

Os municípios de Assaré, Jardim, Salitre e Nova Olinda (Cariri); Capistrano, Ocara, Mulungu e Itapiúna (Maciço de Baturité); Saboeiro, Lavras da Mangabeira, Catarina e Cariús (Centro Sul e Vale do Salgado);, Pedra Branca, Choró, Itatira e Ibaretama (Sertão Central), Tejuçuoca, Apuiarés, Jijoca de Jericoacoara e Amontada (Litoral Oeste); Arneiroz, Aiuaba, Novo Oriente e Ararendá (Inhamuns); Meruoca, Alcântaras, Reriutaba e Mucambo (Vale do Acaraú/Ibiapaba); Ererê e Potiretama (Vale do Jaguaribe) também estão no raio de atuação do projeto.

Fonte: Secult

Deixe uma resposta