Arquivos mensais: dezembro 2008

6ª Bienal da UNE: inscrições até dia 12

Para quem deixou para a última hora, uma boa notícia: a coordenação da 6ª edição da Bienal de Cultura da UNE prorrogou até dia 12 deste mês o prazo para estudantes inscreverem seus trabalhos nas mostras do maior evento de arte estudantil da América Latina. O festival receberá produções de artes cênicas, música, literatura, ciência e tecnologia, cinema e artes visuais. Esta edição do evento terá, além da participação de universitários, a de secundaristas e pós-graduandos. A sexta edição da Bienal acontrece entre os dias 20 a 25 de janeiro, em Salvador. A lista de trabalhos selecionados será divulgada no site da UNE, a partir do dia 20 de dezembro

Fonte: www.une.org.br

O Flamengo não está em promoção

Não sou um aficionado por partidas de futebol, nem tão pouco é comum gastar meu tempo em assistir amistosos. Um flaflu?! Esporadicamente a convite de meu tio ou primo, diga-se de passagem, estes sim são exemplares flamenguistas. Do campeonato detenho-me a final, esta me atrai. Pra mim ela começa desde os comentários sobre o jogo, provocações saudáveis, uma brincadeira com o time rival, artilheiro ou mesmo conversas sobre a escalação para o grande dia. Quando a final torna-se passado, e como de costume o flamengo leva o título, eu no máximo estarei com a camisa rubro-negra, presente dado pelo citado tio, é justo lembrar, e dali avante continuará minha vida. O caro leitor já pode idealizar que não sou um exímio torcedor, mas com isto não conclua que meu coração não é rubro-negro. Digo que é, mas acho razões para quem duvida. Esta paixão questionada renova-se a cada título e até mesmo a cada amistoso que saímos com a vitória, mesmo que o resultado eu apenas saiba por tabela, no dia seguinte, através dos colegas de faculdade ou das notícias esportivas dos telejornais. Inobstante, ontem tive outra vez a oportunidade de renovar o orgulho pelo, repetidamente citado, flamengo. Objetivando comprar um tênis, estava eu em uma loja de artigos esportivos. Enquanto o vendedor fora buscar o número por mim solicitado, demorei-me a vislumbrar camisas, de inúmeras equipes de futebol, que estavam dispostas em cabides sobre uma estrutura à altura dos olhos, algumas belíssimas, outras extravagantes, de acordo com meu conceito. Ao lado delas, em uma mesa de tamanho considerável, setas indicavam “promoção”, “apenas R$ 9,90”, apontava uma delas. Desviei-me para a mesa, nela também várias camisas de times. Muito embora não oficiais, a qualidade era superior ao preço. Após alguns demorados segundos de busca pela cor vermelha no meio daquele emaranhado de tecidos, apenas a do guarani de Juazeiro do Norte achei, inúmeras camisas do Vasco atrapalhavam as buscas, não pretendo rebaixar vascaínos com este relato, é verídico o que escrevo mesmo sendo cômico e trágico para eles. Pedi então auxílio para minha irmã que me acompanhava. Sem triunfo. De posse dos tênis o vendedor chegara, foi quando perguntei: – Sabe informar se há camisa do flamengo nesta promoção? Então, após um sorriso sutil, ele respondeu o que me motivou a escrever esta crônica. – A do flamengo não dá tempo ir pra promoção. Cômico e trágico para mim também que não poderei comprar a camisa do mengo com um bom desconto. -Não parece! Mas ainda bem que sou flamengo.


Daniel Victor Coriolano

A nudez repetida em nós

Coletivo Malungo fecha 2008 com a primeira exposição individual do fotógrafo Allan Bastos.

O Coletivo Malungo lança nesta quarta-feira dia 3 de dezembro a partir das 20h03 a exposição Repetições do fotógrafo Allan Bastos. Esta exposição surgiu da vontade de trazer um novo rumo para os ares fotográficos do Cariri.
No mais simples conceito, Repetições exerce o poder da fotografia, o de repetir o real, onde a câmera olha e reproduz o que vê. Num conceito mais amplo, o fotógrafo utiliza da anatomia dos corpos para demonstrar essas repetições. Essa proposta permeia todo o trabalho do artista, a intenção de lembrar que como a primeira divisão celular do corpo, ele também pode se repetir em partes iguais.
Como referência para o seu trabalho, Allan utilizou a leitura do fotógrafo húngaro, radicado norte americano, André Kertész que mostrou corpos nus distorcidos por espelhos em um de seus trabalhos mais famosos, a série Distorções de 1933. Assim como o fotógrafo, Allan utiliza-se dessas distorções, mas modifica a técnica espacial da foto apenas utilizando a sua sensibilidade, suas lentes e a luz, esta, organizada como forma de deformação dos corpos. Neste sentido, Allan buscou aprimorar as fotografias através da iluminação, criando um desenho luminoso em contraste com a cor da pele dos fotografados, ou seja, a foto passa a ter uma linguagem única.

Neste ensaio a interferência do nu ultrapassa o convencional e avança para o conceitual organizando o olhar ousado ou até mesmo um recorte do lado voyeur de todo ser humano, mas o que se mostra nesta exposição é a repetição de vários nus em diferentes ângulos, desmistificando o pudor e criando um panorama artístico do comum. A nudez.

IV Encontro Mestres do Mundo

Um encontro dos Maracatus Estrela de Ouro de Aliança e Leão Coroado (PE) e os Maracatus Solar e Nação Fortaleza (CE) marcará a abertura do IV Encontro Mestres do Mundo, nesta terça feira (2) em Juazeiro do Norte. O show acontece a partir das 19 horas, no pátio do Memorial Padre Cícero, após a solenidade oficial de abertura que fará uma homenagem ao Centenário de Nascimento do Poeta Patativa do Assaré, a Diplomação dos Tesouros Vivos da Cultura e o lançamento do livro Cultura Popular do MinC. Outra importante atração da noite é o Elumbe, grupo de tambores do Uruguai.

PROGRAMAÇÃO:::::::

DIA 02 (TERÇA)

09h às 12h – Seminário “Discutindo Políticas Públicas para o Patrimônio Imaterial” Coordenação: Comissão Cearense de Folclore
Local: Memorial Padre Cícero – Juazeiro do Norte

15h – Concentração para o cortejo que segue em direção ao Memorial Padre Cícero
Local: Praça da Prefeitura – Juazeiro do Norte

17h – Chegada do Cortejo
Local: Pátio do Memorial Padre Cícero – Juazeiro do Norte

18h – Solenidade oficial de abertura
Homenagem ao Poeta Patativa do Assaré pelo centenário de nascimento
Diplomação dos Tesouros Vivos da Cultura 2008(CE)
Lançamento do catálogo do Seminário de Culturas Populares do MinC
Local: Tablado principal na praça da Igreja do Socorro – Juazeiro do Norte

19h às 22h – Apresentações Artísticas – Noite dos maracatus
Local: Tablado principal na praça da Igreja do Socorro – Juazeiro do Norte
Maracatu Solar (CE), Maracatu Nação Fortaleza (CE), Maracatu Estrela de Ouro de Aliança (PE) e Maracatu Leão Coroado (PE).

DIA 03 (QUARTA)

9h às 12h – Seminário “Patrimônio Cultural no Cotidiano da Aprendizagem Escolar”
Local: Memorial do Padre Cícero – Juazeiro do Norte

9h às 12h – Rodas de Mestres
Local: Crato Tênis Clube – Crato

Sagrado: Grupo Reis de Congo (RJ)
Mediadoras: Juliana Muniz e Maria Amélia

Sons: Coco de Roda Alagoano (AL) e Boi Bumbá Boi de Todo Ano (PA)
Mediadores: Marina Vieira e Gladson Carvalho

Corpo: Criação Artística da Cia. Barrica/Teatro de Rua (MA) e Fandango de Chilena dos Irmãos Lara (SP)
Mediadores: Orlângelo Leal e Oswald Barroso

Mãos: Teatro Pernas de Pau (SE) e Construtor de Rabecas (CE)
Mediadores: Dodora Guimarães e Luiz Horário

Oralidade: Simpósio Internacional de Contadores de Histórias (RJ)
Mediador: Otávio Menezes e José Maria de Fortaleza

14h30 às 17h – III Seminário Nacional de Culturas Populares – Prêmio Mestre Duda
Local: Memorial Padre Cícero

Relatos de Experiência dos Mestres
Mediador: José Jorge (MinC/DF)

Coco de Roda Alto do Cruzeiro – União dos Palmares/ Lucilene da Conceição da Silva (AL);
Cooperativa de Artistas Populares Filho da Terra do Padre Cícero/Maria Auxiliadora Evangelista (CE);
Iniciativa Educacional de Manutenção das Identidades Culturais /Marcelino Azevedo (MA);
Grupo Folclórico Marujada de Nossa Senhora do Rosário de Serro/Joaquim da Silva (MG);
Tribo Indígena Flecha Negra/Luiz Pereira da Silva (PB);
Manifestações Culturais de Olímpia – O anônimo se faz público 2007/Antonio José Scarpinetti (SP);
Sons de Canudos /Marcelo Amado Rabelo (BA)

17h às 19h – Encontro do GT Universidade dos Mestres
Local: Memorial Padre Cícero – Juazeiro do Norte

17h às 19h – Território Livre
Espaço para apresentações artísticas espontâneas com inscrições no local
Local: Pátio Memorial Padre Cícero – Juazeiro do Norte

19 às 22h – Apresentações Artísticas
Local: Tablado principal na praça da Igreja do Socorro – Juazeiro do Norte
Reisado do Mestre Zé Pedro (CE) e Grupo de Moçambique Irmandade N. Sra.do Rosário (MG)

19h – Mestre convida (terreirada)
Reisado do Mestre Aldenir (Crato/CE)

DIA 04 (QUINTA)

9h às 12h – Rodas de Mestres
Local:Crato Tênis Clube – Crato

Sagrado: Encontro regional de Congos, Moçambiques de Ituiutaba B20(MG) e Rezadeiras (CE)
Mediadoras: Juliana Muniz e Maria Amélia

Sons: Pastoril Nossa Senhora de Fátima (CE) e Boi de Reis Estrela do Norte (PB)
Mediadores: Marina Vieira e Gladson Carvalho

Corpo: Mestre de Dança Benon (AL) e Reisado (CE)
Mediadores: Orlângelo Leal e Oswald Barroso

Mãos: Associação dos Artesãos de Veredinha (MG) e Artes com Trançado em Cipó de Imbé (CE)
Mediadores: Dodora Guimarães e Luiz Horário

Oralidade: Dança do Coco (CE)
Mediadores: Otávio Menezes e José Maria de Fortaleza

14h30 às 17h – III Seminário Nacional de Culturas Populares – Prêmio Mestre Duda
Local: Memorial Padre Cícero – Juazeiro do Norte

Relatos de Experiência dos Mestres
Mediador: Ilana Strozenberg (UFRJ)

Guerreiro Asa Branca de Arapiraca/ Elias Fortunato de Souza (AL);
Lei dos Tesouros Vivos da Cultura/ Delânia Azevedo (CE);
O Tambor de Crioula pelas Mãos do Mestre Felipe/ Sérgio Aguiar Costa (MA);
Lutheria Rio Acima: Viola Caipira e Rabeca/ Durval Santos (MG);
Clube de Orquestra Ciganos de Esplanada/ Marcos Antonio dos Santos (PB);
Folclore Capixaba em Imagens/ Eliomar Carlos Mazzoco (ES);
Museu Vivo do Fandango/ Daniella da Cunha Gramani (PR).

17h às 19h – Território Livre
Espaço para apresentações artísticas espontâneas com inscrições no local
Local: Praça do Memorial Padre Cícero

19h – Mestres convida (terreirada)
Ordem de Penitentes do Sítio Cabeceiras de Barbalha com Mestre Joaquim Mulato (Barbalha/CE)

19h às 22h – Apresentações Artísticas
Local: Tablado principal na praça da Igreja do Socorro – Juazeiro do Norte
Mulheres do Coco de Batateiras do Crato (CE) e Cambinda Brilhante de Lucena (PB)

DIA 05 (SEXTA)

9h às 12h – Rodas de Mestres
Local: Crato Tênis Clube – Crato

Sagrado: Reisado de Nossa Senhora. do Rosário em Carmo do Cajuru (MG)
Mediadoras: Juliana Muniz e Maria Amélia

Sons: Banda de Pífanos Sagrado Coração de Jesus (AL)
Mediadores: Marina Vieira e Gladson Carvalho

Corpo: Capoeira Folguedos e Ritmos da Nossa Gente (MA) e Reisado de São Vicente (BA)
Mediadores: Orlângelo Leal e Oswald Barroso

Mãos: Os Barcos de Madeira e as Representações (AM) e Artesanato em Barro (CE) Mediadores: Dodôra Guimarães e Luiz Horário

Oralidade: Literatura de Cordel
Mediador: Otávio Menezes e José Maria de Fortaleza

14h30 às 17h – III Seminário Nacional de Culturas Populares – Prêmio Mestre Duda
Local: Memorial Padre Cícero – Juazeiro do Norte

Relatos de Experiência dos Mestres:
Mediadora: Lourdes Macena (Comissão Nacional de Folclore – CE)

Dança Regional Brotinhos de ATZ/ Francisco Touceira da Costa (AM);
O Drama em Cena/Ana Maria Conceição e Maria do Amparo Moreira dos Santos (CE);
Remédios de Encantados e Voduns/ Raimundo Muniz Carvalho (MA);
Teatro Popular Solano Trindade/ Raquel Trindade de Souza e Vitor Israel Trindade de Souza (SP);
I Oficina de Multiplicadores da Cultura Afro-Brasileira Mukando Kandondo nas Comunidades Quilombolas Rurais e Urbanas/ Sandro Marcos Anunciação (MS);
Folia de Reis do São Brás/ Marco Aurélio Correia de Ramos (PR);
Comida, Identidade & Patrimônio/Raul Lody (RJ).

17h às 19h – Território Livre
Espaço para apresentações artísticas espontâneas – Inscrições no local
Local: Praça do Memorial Padre Cícero

19h – Mestre convida (terreirada)
A lapinha da Mestra Dona Tatai (Juazeiro do Norte)

19h às 22h – Apresentações Artísticas
Local: Tablado principal na praça da Igreja do Socorro – Juazeiro do Norte
Noitada das Violas do Brasil – Abel Santos (MS); Paulo Freire (SP); Levi Ramiro (MG); Manasses (CE); Geraldo Amâncio e Francinaldo Oliveira (CE).

DIA 06 (SÁBADO)

9h às 12h – Rodas de Mestres
Local: Crato Tênis Clube – Crato

Sagrado: Benditos
Mediadoras: Juliana Muniz e Maria Amélia

Sons: Aboio: O Canto que Encanta (PB) e Batuque do Quilombo Curral Velho (PI) Mediadores: Marina Vieira e Gladson Carlhavo

Corpo: Maneiro-Pau, Cocos e São Gonçalo
Mediadores: Orlângelo Leal e Osvald Barroso

Mãos: Museu Vida do Papel de Bala (PR) e Mestre José Lopes Mamulengo (PE) Mediadores: Dodôra Guimarães e Luiz Horário

Oralidade: Cordelistas e violeiros
Mediador: Otávio Menezes e José Maria de Fortaleza

14h30 às 17h – III Seminário Nacional de Culturas Populares – Prêmio Mestre Duda
Local: Memorial Padre Cícero – Juazeiro do Norte

Relatos de Experiência dos Mestres
Mediação: Gê Vitor (MinC/DF)

Cavalo Marinho do Bombo/ José Evangelista de Carvalho (PE);
Oficina do Brinquedo Mágico (itinerante) e Espetáculos de Teatro de Boneco Popular – Mamulengo ou Casimiro Coco/ Afonso Miguel Aguiar (PI);
Grupo do Rei do Congo de Major Sales/ Francisco de Assis Silva (RN);
Grupo Cultural Cru de Teatro e Boi de Mamão/ Fernando Pacheco (SC);
Manutenção do Grupo Folclórico Chegança Almirante Tamandaré/José Ronaldo de Menezes (SE);
O Galo de Palmas – Desfile de Bonecos Gigantes da Aldeia Tabokagrande/ Wertemberg Pereira Nunes (TO);
Jogo de Piquete Um Novo Olhar/ Gilberto Augusto da Silva (SP);

17h às 19h – Território Livre
Espaço para apresentações artísticas espontâneas – Inscrições no local
Local: Praça do Memorial Padre Cícero

18h30 – Lançamento do catálogo Encontros Mestres do Mundo – Secult/MinC
Local: Tablado principal na praça da Igreja do Socorro – Juazeiro do Norte

19 às 21h – Festa de encerramento com grupos artísticos locais
Lançamento do CD da banda Cabaçal Pe. Cícero.
Shows com Ferreirinha do Acordeon e Zé de Benona
Local: Tablado principal na praça da Igreja do Socorro – Juazeiro do Norte

*Programação sujeita a alterações

Fonte: www.mestresdomundo.art.br